Lubrificantes melhoram qualidade de redutores

Produto desenvolvido pela Castrol pode resolver problemas de desgaste, realizando alisamento superficial

Durante o processo de lubrificação de um redutor são considerados os principais objetivos para maximizar sua disponibilidade, atingir elevada confiabilidade, reduzir o  desgaste aumentando a vida útil do equipamento e reduzir o número de paradas para manutenção.

O lubrificante para redutores dever ser capaz de prover um filme lubrificante que reduza o atrito e o desgaste. No entanto, os lubrificantes convencionais não conseguem proporcionar a proteção adequada contra o desgaste dos engrenamentos e rolamentos nas situações onde o esforço mecânico do equipamento é elevado. Redutores que operam com sobrecarga normalmente apresentam a formação de Micro-Pittings, Pittings e Ranhuras (scuffing), que levam a rápida deterioração dos engrenamentos caso nenhuma intervenção seja realizada.

No caso de engrenamentos danificados com Micro-Pittings, Ranhuras e Pittings de pequeno diâmetro o uso de lubrificante adequado pode proporcionar a recuperação total ou parcial das superfícies. No caso de Pittings de maior diâmetro e superfícies altamente danificadas não é capaz de recuperar o dano, mas é capaz de impedir que o processo de desgaste prossiga.

Alguns redutores operam com temperatura consideravelmente elevada decorrente da lubrificação ineficiente, gerada pelo atrito elevado entre as partes. O mesmo vale para dados de vibração e ruído. O processo de alisamento superfícial proporciona redução drástica do coeficiente de atrito, promovendo a redução de temperatura, vibração e ruído do equipamento.



O lubrificante Castrol Optigear BM é considerado uma das soluções para este tipo de intervenção, auxiliando os usuários de redutores que operem em condições severas a corrigir ou estagnar problemas relacionados ao desgaste. Os MicrofluxTrans do produto são ativadas por cargas e temperaturas pontuais causando uma reação físico-química em uma camada superficial de 5µ. Esta reação realiza um trabalho de alisamento da superfície, promovendo o micro fluxo de material dos picos (região onde há mais material) para dentro dos vales (região onde há menor quantidade de material). Uma vez realizado o trabalho de alisamento superficial o contato real pode aumentar para até 80%, dependendo das condições iniciais da superfície do engrenamento.
 
Segundo Thatiana Khouri, gerente de aplicação da Castrol Brasil, “o Optigear BM  é utlizado em diversas empresas, devido a confiabilidade do produto, pois este resulta na recupeção das superfícies de contato, aumento no intervalo de lubrificação, diminuição de temperatura, maior vida útil das engrenagens e rolamentos, redução de tempo de manutenção, além da redução de variados custos”.




Comentários