Dutos a partir de Goiás escoarão produção de etanol

Etanol será levado até o Terminal da Petrobras em São Paulo

Fonte:  Agência Brasil - 15/05/07

Foto: Divulgação

A Petrobras e as empresas japonesa Mitsui e brasileira Camargo Côrrea assinaram recentemente um memorando de entendimento para realizar estudos de viabilidade técnico-econômica para a implantação da infra-estrutura logística necessária para a exportação de etanol produzido nas regiões Centro-Oeste e Sudeste do país.

De acordo com informações confirmadas pelo diretor de Abastecimento e Refino da Petrobras, Paulo Roberto Costa, o empreendimento em análise deve ser composto por uma rede de dutos ligando o município de Senador Canêdo, em Goiás, ao Terminal da Petrobras em São Sebastião, no estado de São Paulo. Eles passariam pela base de distribuição de combustíveis da Refinaria de Paulínia (Replan).

A empresa, quando da assinatura do memorando, esclareceu que a  análise  da  implantação  deste  empreendimento  visa a reduzir os custos  de  transporte  do  etanol produzido na região central do país para atender  ao  mercado externo, em particular ao japonês, bem como dispor de logística no momento em que os volumes de exportação de etanol para o mercado japonês e demais mercados internacionais demandarem quantidades expressivas.

As pretensões da Petrobras de ganhar o mercado japonês levaram a estatal brasileira a criar, no ano passado, em conjunto com a companhia japonesa Nippon Alcohol Hanbai, a Brazil-Japan Ethanol.



Comentários