Impacto da pesquisa deveria ser maior na indústria

Há pelo menos um grande consenso entre o diretor científico da Fapesp, Carlos Henrique de Brito Cruz, e o ministro da Ciência e Tecnologia, Sérgio Rezende: a necessidade de aumentar a participação do setor privado na pesquisa. Em entrevista à Science, Rezende afirmou que o maior desafio para a ciência brasileira agora é "fazer diferença na produtividade da indústria".

Publicada há duas semanas, a reportagem recorda, por exemplo, que nos Estados Unidos 80% dos pesquisadores trabalham em empresas. No Brasil, o porcentual não ultrapassa 25%.

Em entrevista ao Jornal da Unicamp, anteontem, o senador Aloizio Mercadante, indicado para substituir Rezende, disse que, no quesito inovação e patentes, "o Brasil está muito abaixo do seu potencial". "A presidente eleita sinalizou com a perspectiva de ampliarmos a participação da ciência e da tecnologia no PIB", afirmou.

Tópicos:
  



Comentários