MWM contrata 170 colaboradores para a planta de Canoas

No primeiro semestre deste ano, a planta da região registrou aumento de 57% na produção de motores em comparação ao mesmo período de 2009

A MWM International, especialista em tecnologia diesel no Mercosul, contratou 170 colaboradores para a planta de Canoas, no Rio Grande do Sul, tendo em vista a expressiva recuperação do mercado automotivo e as perspectivas para 2010. No primeiro semestre deste ano a empresa produziu 73 mil motores, dos quais 25 mil foram produzidos na planta gaúcha. No comparativo deste ano com 2009 foram produzidos nove mil motores a mais na unidade industrial de Canoas.

Fábrica da MWM em CanoasRubens Marquezini, diretor de manufatura, explica que os volumes já ultrapassaram o patamar de 2008, ano considerado recorde na indústria automotiva. “Essa recuperação indica que as ações do governo e das montadoras foram positivas. Acreditamos que o crescimento deve continuar nos próximos meses com o destaque para o setor de picapes médias”.

Este ano a empresa já investiu US$ 3 milhões na unidade do Rio Grande do Sul. Parte desses investimentos foi destinada a modernização da linha de produção dos motores MS, que equipam máquinas agrícolas e industriais. A planta de Canoas produz os motores veiculares NGD 9.3E e 3.0E e os MaxxForce 7 e 9, além de propulsores agrícolas e industriais.

Na fábrica também são montados os cabeçotes dos motores seis cilindros, exportados para os Estados Unidos. A unidade conta com cerca de mil colaboradores.
Tópicos:



Comentários