Londres vai ganhar táxi verde

Os famosos veículos londrinos terão sua versão elétrica e ecológica movida a bateria até 2012

Imagens: Divulgação

Uma iniciativa das empresas Intelligent Energy, Lotus Engineering, LTI Vehicles e TRW Conekt, com financiamento do Technology Strategy Board do governo britânico, o projeto do táxi híbrido vai mais além. “Voltamos nossos olhos agora para o lançamento da primeira frota desses veículos em Londres para 2012. O lançamento  demonstra que estamos no rumo certo para atingir essa meta”, destaca Henri Winand, CEO da Intelligent Energy.

O modelo híbrido, que passará por um período de testes, tem a mesma aparência e desempenho dos táxis convencionais de Londres, mas sem emissões. O carro é acionado por um sistema híbrido de células de combustível de hidrogênio com baterias de polímero de lítio da Intelligent Energy, que permitem rodar o dia inteiro sem a necessidade de reabastecimento, segundo a fabricante.

O táxi “verde” atinge velocidade máxima de aproximadamente 128 km/h e tem autonomia de cerca de 400 quilômetros com um tanque de hidrogênio. De acordo com os responsáveis pelo projeto, o reabastecimento é feito em apenas 5 minutos, sem nenhuma emissão além de vapor de água.

Cada empresa teve uma participação vital no projeto. Além da Intelligent Energy, que forneceu o sistema de célula de combustível; a Lotus Engineering preparou um sistema de propulsão completo, incluindo o motor a célula de combustível, e projetou os sistemas de controle para otimizar o desempenho tanto das células de combustível quanto dos sistemas de acionamento elétricos; a TRW Conekt chefiou o programa de análise de segurança, incluindo os sistemas de freio e de direção; e a LTI forneceu veículos para ajudar nas modificações estruturais do chassi dos táxis.

Responsabilidade
A prefeitura de Londres assumiu o compromisso de trabalhar com os fabricantes para que todos os táxis da cidade tenham emissão zero até 2020. "O taxi preto é um ícone adorado de Londres, mas é também uma fonte significativa de poluição, especialmente no centro da cidade. Esse protótipo do taxi preto movido a célula de combustível, que só emite água de seu cano de descarga, é uma visão empolgante de como a tecnologia de hidrogênio poderia ter, em breve, um papel vital na limpeza da qualidade do ar para os que vivem em centros urbanos”, avalia o vice-prefeito, Kit Malthouse.

Táxi
O famoso táxi preto de Londres foi lançado em 1959. Era o Austin FX4, que permaneceu em produção até 1997, um dos veículos de maior longevidade da história. O modelo atual, o TX4, é produzido pela LTI Vehicles.



Comentários