Fornos Jung completa 30 anos com novas parcerias

Imagens: Divulgação

A Fornos Jung, indústria catarinense de fornos industriais, completa três décadas de existência no dia 1º de junho. A empresa iniciou, em 1980, com o desenvolvimento do primeiro forno elétrico para porcelana. Ao longo do tempo, novos produtos foram desenvolvidos, nas linhas de fornos artísticos, industrial e laboratorial de maior complexidade.

A linha industrial é o principal viés de crescimento da empresa, contando com equipamentos no segmento de fornos e estufas - destaque para os de operação contínua, possibilitando qualquer grau de automação, ferramentas para aumento da produtividade, baixo consumo de energia e variados sistemas de movimentação da carga. Atualmente, a Jung produz mais de 100 opções de equipamentos standard e modelos especiais.

Novas parcerias
Uma das conquistas recentes da empresa foi a parceria com a fábrica espanhola Hormesa. O acordo possibilitará a fabricação de fornos industriais voltados ao mercado nacional com mais tecnologia.  Os fornos que serão disponibilizados ao mercado brasileiro a partir da joint venture possuem alta eficiência energética e tecnologia diferenciada, o que proporcionará aos clientes o menor custo operacional possível.

A Jung também poderá agregar ao seu mix de produtos uma série de equipamentos que não eram fabricados até hoje. A tecnologia utilizada virá da Hormesa, mas a assistência técnica, o fornecimento de peças de reposição e a fabricação dos equipamentos serão todos feitos no Brasil, mais precisamente na cidade de Blumenau, em Santa Catarina.

Investimentos
O diretor da Jung, Jonas Luchtenberg, afirma que o foco da empresa neste ano está voltado para um mercado em pleno desenvolvimento, o de alumínio. “A Jung está buscando novas tecnologias para suprir esse segmento”, afirma.

No entanto, o crescimento em vendas e investimentos da empresa continua voltado para a linha industrial.  “Esta foi a linha mais afetada pela crise de 2009, uma vez que depende muito do mercado em expansão e, por isso, está demandando mais esforços da empresa, mas, com boas perspectivas”, explica Luchtenberg.

Além disso, a Fornos Jung está investindo na estrutura física da fábrica. O projeto prevê a realocação de vários setores e construção da nova portaria, com vestiários e estacionamento para as bicicletas, procurando incentivar o uso desse veículo entre os funcionários. A previsão para conclusão das obras é até o final deste ano.

Tópicos:



Comentários