Brasil destaca-se no uso de energias renováveis

Fotos: Divulgação

O Brasil é líder mundial no uso de fontes renováveis de energia. De acordo com os dados do Boletim de Economia e Política Internacional do IPEA (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), hoje, 46% da energia consumida no país vem de fontes alternativas. A média em outros países é de apenas 13%.

O país só alcançou este estágio graças à produção de eletricidade por hidrelétricas, que corresponde a 15% do total de energia renovável, uso de lenha e carvão vegetal (comum nas termelétricas) que representa 12% e, sobretudo, à utilização de produtos da cana-de-açúcar que corresponde a 16%. Outras fontes renováveis de energia respondem por 3%.

Já o etanol representa, hoje, mais de 90% do fornecimento mundial de biocombustíveis líquidos e é produzido, fundamentalmente, a partir da cana-de-açúcar.

Temas como este serão debatidos no 5º Congresso Internacional de Bioenergia, que se realizará de 10 a 13 de agosto, em Curitiba. Palestrantes e painelistas transmitirão informações importantes sobre o atual estágio e perspectivas de energias renováveis. Juntamente com o Congresso, será realizada a 3ª  BioTech Fair – Feira Internacional de Tecnologia em Bioenergia e Biocombustível.




Comentários