Bom menino, mau menino

O CIMM explica quais as formas indesejáveis de cavaco e seus tipos

Foto: Divulgação/ Arte: CIMM

O cavaco é o material retirado da peça bruta pela ferramenta para produzir um formato desejado. Esse cavaco geralmente vira descarte. Para minimizar as perdas e garantir a segurança, há formas de se ter um bom cavaco.

Os considerados bons cavacos são aqueles que ocupam pouco volume, não obstruem o local de trabalho e são removidos facilmente. Já os indesejáveis são aqueles que  oferecem risco ao operador, obstruem o local de trabalho, danificam a ferramenta, dificultam o manuseio e causam aumento de força de corte e temperatura diminuindo a vida da ferramenta.

Mesmo que o objetivo seja apenas bons cavacos, nem sempre isso é possível. Na figura acima, você vê quais podem ser usados, mesmo não sendo a melhor opção.

Para esses diferente materiais e peças, há três tipos de cavacos que podem ser obtidos na usinagem. Veja abaixo suas características.

Cavacos na usinagem

Cavaco Contínuo
O cavaco é formado continuamente, devido a ductilidade do material e a alta velocidade de corte.

Como a força de corte varia muito pouco devido a contínua formação do cavaco, a qualidade superficial é muita boa.

Cavaco Cisalhado
O material fissura no ponto mais solicitado. Ocorre ruptura parcial ou total do cavaco. A soldagem dos diversos pedaços (de cavaco) é devida a alta pressão e temperatura desenvolvida na região.
O que difere um cavaco cisalhado de um contínuo (aparentemente), é que somente o primeiro apresenta um serilhado nas bordas.

A qualidade superficial é inferior a obtida com cavaco contínuo, devido a variação da força de corte. Tal força cresce com a formação do cavaco e diminui bruscamente com sua ruptura, gerando fortes vibrações que resultam numa superfície com ondulosidade.

Cavaco Arrancado
Este cavaco é produzido na usinagem de materiais frágeis como o ferro fundido.
O cavaco rompe em pequenos segmentos devido a presença de grafita, produzindo uma descontinuidade na microestrutura.

Devido a descontinuidade na microestrutura produzida pela grafita (no caso do FoFo), o cavaco rompe em forma de concha gerando uma superfície com qualidade superficial inferior.

Tópicos:
  



Comentários