Fiema Brasil terá tecnologia internacional

Feira espera gerar mais de R$ 10 mi em negócios e discute soluções para questões ambientais da indústria

Fotos: Divulgação

Os econegócios são o foco da Fiema Brasil – Feira Internacional de Tecnologia para o Meio Ambiente. O evento que acontecerá entre 27 e 30 de abril e reúne o mercado de produtos e serviços voltados às soluções para problemas ambientais ou que proponham métodos de exploração mais racional dos bens naturais. Nesta quarta edição, a expectativa dos organizadores é superar com folga o volume de R$ 10 milhões gerados nas negociações da feira passada, em 2008.

A Fiema Brasil 2010 pretende reunir mais de 250 expositores, representantes de mais de 10 países e um público superior a 30 mil visitantes (da feira em si e suas programações paralelas). A feira será realizada no Fundaparque, em Bento Gonçalves, no Rio Grande do Sul, município com cerca de 120 mil habitantes, com um PIB superior a R$ 2,3 bilhões. 

O perfil de empresas que estarão presentes na Fiema Brasil segue os três níveis envolvidos nos econegócios – ecoindústria (produtos e serviços de despoluição ambiental), indústria alternativa (bens voltados à produção mais limpa) e ambientalmente responsáveis (produtos e serviços complementares, como gestão de resíduos e reciclagem). Ordenando a cadeia de negócios, a feira é segmentada em 10 setores, como gestão de efluentes líquidos, geração e conservação de energia e tratamento de emissões atmosféricas.  

Estrangeiros
A Fiema Brasil tem parceria com as câmaras de comércio da Alemanha, da Grã-Bretanha e de Portugal, que vão participar em missões, consórcios e como expositores na edição de 2010.



Congresso

No 2º Congresso Internacional de Tecnologia para o Meio Ambiente serão tratados os temas sustentabilidade e tecnologias ambientais. O evento acontece entre 28 e 30 de abril de 2010 e reunirá especialistas nacionais e internacionais.

Entre os palestrantes  brasileiros estão Marcos Von Sperling, pós-doutor pela University of London em Tratamento de Águas de Abastecimento e Residuárias e Mário Kato, doutor em Tecnologia Ambiental e Ciência da Agricultura pela Wageninger Agricultural University da Holanda. Entre os estrangeiros estão confirmados o italiano Giuseppe Quaranta e o cadanense Roland Leduc, além de entidades como Cetamb (Itália) e Instituto de Pesquisa VVT (Finlândia).

A primeira edição do congresso teve 11 palestrantes, 750 assistentes e 80 trabalhos científicos inscritos. Para participar, faça a inscrição no site.

Rodada de Negócios
A edição anterior da Rodada de Negócios da Fiema Brasil, realizada em 2008, juntou 55 empresas em 220 reuniões e gerou R$ 5 milhões em negócios. A ideia é reunir empresas visitantes que buscam soluções em tecnologias e serviços na área ambiental com empresas expositoras. Os encontros são previamente agendados e já é possível fazer a inscrição. Empresas como Meber, Randon, Lupatech, Fras-le, Dana, Tramontina, Todeschini e Ligno Tech estão com suas participações confirmadas.

 




Comentários