Joinville, a cidade dos príncipes e da FMU

O CIMM preparou um guia para os visitantes e expositores de primeira viagem

Foto: Divulgação

Imagine mais de duzentos expositores e 27 mil visitantes em uma feira de usinagem. É isso que espera a Euro Feiras para a FMU 2010, que acontece em Joinville de 2 a 5 de março. Boa parte de toda essa gente é também turista, e de primeira viagem.

Para quem nunca esteve na FMU e nem em Joinville, vale a pena conhecer um pouquinho mais da cidade, afinal é a maior e mais populosa de Santa Catarina, com mais de 500 mil habitantes. É o município mais industrializado e com o maior PIB do estado e o 3o. pólo industrial da região Sul do país.

A cidade é de fácil acesso. Fica no litoral norte de Santa Catarina, distante 140 Km de Curitiba e 195 de Florianópolis. Possui um dos maiores aeroportos da Região Sul localizado a 13 km do centro da cidade. A feira acontece no pavilhão Wittich Freitag , na Expoville que fica às margens da BR-101. Mas os melhores locais para se hospedar e se divertir estão localizados no centro da cidade, a 6 km do pavilhão.

Hotéis    Bares e Restaurantes    Clima    Pontos Turísticos



Hotéis
A viagem começa com a escolha do hotel, que vai depender de quanto se quer gastar. O Blue Tree Towers é um dos cartões-postais da cidade, com suas torres espelhadas. Representa o glamour tecnológico da cidade. A diária para uma pessoa fica a partir de R$ 180,00 na época da feira.

Já o hotel Tannenhof é um dos mais tradicionais. Sua arquitetura lembra as casas enxaimel, tradicionais do período colonial alemão da cidade. A diária é de R$ 119,00 para o quarto solteiro ou casal. Com vista panorâmica para a cidade, o restaurante oferece um tradicional café colonial todos os dias.

As franquias Mercure e Ibis também estão na cidade. Segundo a pesquisa do CIMM, o Ibis está com o melhor preço na época da feira: R$ 89,00 para o quarto de solteiro simples.

Bares e restaurantes
Depois de um dia de feira, visitante e expositores podem comentar o que viram em um happy hour. Os bares se concentram na região central da cidade, a chamada Via Gastronômica, na rua Visconde de Taunay.

Água Doce Cachaçaria e Biergarten são os mais tradicionais. Mas também há os novos Kib´s Arabian Food, que tem apresentações de dança árabe e o Mango Tex Mex, com ambiente e comida mexicana, com direito a mariachis que vão cantando de mesa em mesa.

As casas noturnas que estão em alta são a Moon e a Maze, também na Via Gastronômica, e é claro, a tradicional Mansão, na rua Getúlio Vargas.

As churrascarias da cidade também são famosas por seus espetos-corridos. O preço é relativamente baixo, principalmente secomparado aos preços praticados no eixo Rio-São Paulo.

Para quem não quer se arriscar, o Shopping Mueller tem praça de alimentação com as principais franquias de restaurantes do país. O horário de funcionamento da praça de alimnetação é das 11h às 22h.

Clima
Joinville é conhecida também por sua umidade. Classificada como de clima "superúmido mesotérmico", pode pegar os alérgicos de surpresa.

Para quem tem renite, é melhor ir preparado, afinal crise alérgica não combina com três dias de feira.

Pontos Turísticos
Um dos principais passeios turísticos é feito no Barco Príncipe de Joinville. Luxuoso e com capacidade para 350 pessoas, o barco segue pela Baía da Babitonga até São Francisco do Sul, cidade vizinha. Depois de um passeio pela cidade histórica, o barco volta à Joinville.

Outro ponto é o Zoobotânico, perto do centro. Lá também se encontra o mirante, de onde se vê toda a cidade até a baía da Babitonga. A vista panorâmica da Fundições Tupy é uma boa pedida para o público da feira.

Para mais informações sobre a cidade, acesse o site de turismo Bela Santa Catarina.




Comentários