Braskem: lucro trimestral fica abaixo do esperado

Fonte: InfoMoney - 03/05/07

 A Braskem divulgou nesta quinta-feira (03), antes da abertura da Bovespa, seus números do primeiro trimestre de 2007, período em que apresentou um lucro líquido de R$ 107 milhões, 14% inferior ao apurado no mesmo período do ano passado e levemente abaixo da média das projeções dos analistas consultados pela InfoMoney.

"Em relação ao 1T06, o lucro foi reduzido em R$ 17 milhões, devido principalmente ao reconhecimento de receita não-recorrente no valor de R$ 84 milhões naquele período", disse a empresa em seu demonstrativo.

No geral, os demais indicadores financeiros e operacionais da petroquímica superaram a medição do primeiro trimestre de 2006, contudo, ficaram pouco abaixo do esperado por Ágora e Banco Espírito Santo.

Confira os números do 1º trimestre
Comentando a evolução de seus números em relação ao apurado no mesmo período do último ano, a Braskem declarou em seu relatório que "o melhor resultado financeiro impactado, sobretudo, pela variação cambial positiva, foi o fator que mais contribuiu para essa melhoria".


(em R$ milhões) 1T07 1T06 Variação Projeção 1T07* Variação
Receita Líquida 2.865 2.728 +5,0% 2.927,5 -2,1%
Ebitda** 432 417 +3,6% 449,6 -3,9%
Lucro Líquido 107 124,3 -14,0% 109 -1,8%
*Projeção dos analistas da Ágora Corretora e do BES (Banco Espírito Santo)
**Lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização

Vendas crescem, mas exportações ficam estáveis

O volume total de vendas (incluindo mercado interno e exportações) de resinas termoplásticas da Braskem alcançou 524 mil toneladas entre janeiro e março deste ano, aumento de 9% em relação às 481 mil toneladas comercializadas no último trimestre de 2006. As exportações ficaram praticamente estáveis e alcançaram 152 mil toneladas.

"Este resultado deve-se principalmente ao volume doméstico 13% maior, tendo alcançado 372 mil toneladas neste 1T07" disse a empresa.

Após expressiva ata, ações abrem instáveis
Refletindo as expectativas dos investidores diante destes números, as ações da Braskem encerraram o último pregão em alta de 2,88%, cotadas a R$ 17,85.

Contudo, nos primeiros instantes de negociação desta quinta-feira, após ameaçar uma tímida alta, os papéis já revertem esta tendência e operam em baixa.



Comentários