Formação de cavaco

São várias etapas para conseguir tirar o material da peça bruta. Veja o especial didático do CIMM

Foto: Divulgação  Arte: CIMM

CavacoO material retirado da peça bruta pela ferramenta de corte é chamado de cavaco. Podemos dizer que quando se corta a laranja, a casca que escorrega por cima da faca é o cavaco do seu lanche. Na produção de peças, a formação desse cavaco tem várias etapas na hora da usinagem.

Etapas da formação
1) A face da ferramenta é pressionada contra a peça (recalque).

2) Material recalcado sofre deformação plástica que vai aumentando até atingir a tensão de cisalhamento (corte) necessária para que o cavaco deslize sobre a ferramenta. Esse deslizamento se dá em um plano, chamado plano de cisalhamento. Os planos instantâneos definem uma região entre a peça e o cavaco denominada região de cisalhamento.

3) Com a continuidade da penetração da ferramenta (movimento relativo) ocorre ruptura parcial ou completa na região de cisalhamento, ou seja, a peça é cortada por inteiro ou em alguma parte, dependendo das condições de usinagem e ductilidade do material.

4) Com o movimento relativo de corte entre peça e ferramenta, a porção de material deformado e cisalhado (cavaco) escorrega sobre a face da ferramenta. O processo se repete com o material com o restante do material.

cisalhamento do cavaco

Plano de cisalhamento
Decompondo a força de corte (F) que a ferramenta exerce sobre o material da peça, obtém-se:

Plano de cisalhamento

A componente Fsh (força de cisalhamento ao longo do plano) é responsável pelo surgimento do plano de cisalhamento.

Existe realmente um Plano de Cisalhamento?
O material da peça tem estrutura granular, isto é, composta por grãos. Logo, a componente Fsh não propaga-se em linha reta e sim através dos grãos, formando uma região onde os grãos são fortemente deformados.

Plano de cisalhamento

Tópicos:



Comentários