Petrobras terá cronograma para garantir gás a termelétricas

Fonte: Folha Online - 03/05/07

A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) aprovou hoje um cronograma para que a Petrobras regularize a oferta de gás natural para garantir a geração de energia para quase 17 usinas termelétricas existentes e duas novas.

O cronograma faz parte de um termo de compromisso que a estatal irá assinar com a Aneel, com o objetivo de garantir a essas usinas capacidade real de geração de energia usando gás natural.

Isso porque, no ano passado a Aneel verificou que essas termelétricas não estavam com sua capacidade total disponível por falta de gás, e poderiam gerar muito menos energia do que o se esperava delas, ou seja, havia uma oferta "virtual" de energia.

Hoje, apenas 2,2 mil MW (de nove usinas) poderiam ser gerados com o gás disponível, de um total de 6.268 MW instalados. O cronograma prevê uma ampliação gradual no fornecimento de gás natural. Somente a partir de 2010 o fornecimento de gás será suficiente para a geração de 6,7 mil MW, e mantido até 2011.

Na primeira etapa do cronograma (1º semestre de 2007) a disponibilidade é de apenas 2,2 mil MW, chegando a 2,54 mil MW no segundo semestre deste ano.

Ao assinar o termo de compromisso para o fornecimento de gás às termelétricas, a Petrobras estará sujeita a penalidades que vão variar de acordo com o período em que o gás não for entregue e a quantidade de energia que deixará de ser gerada. Caso faltem 100 MW, por um mês, por exemplo, a multa pode ficar em torno de R$ 9 milhões.
Tópicos:



Comentários