Autopeças voltam a investir para atender as montadoras


Depois de um início de ano conturbado, as fabricantes de autopeças já começam a vislumbrar 2010 de forma mais tranquila, projetando investimentos para atender a uma produção prevista de 3,4 milhões de veículos no País, segundo projeções da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea).

Esse é o caso da FBA, que aguarda a conclusão de projetos junto a montadoras para definir suas estratégias de expansão. "Estamos dependendo de alguns projetos. Se ocorrerem, haverá a necessidade de contratação de novos investimentos em 2010", afirmou o diretor executivo da FBA, Clóvis Paulino.

A fabricante, que hoje opera com 70% de sua capacidade, já prevê crescimento de 25% no próximo ano. "Os investimentos que porventura venham a ser feitos seriam para incremento de produção ou de desenvolvimento de novos itens", disse Paulino. Para o fechamento de 2009, o crescimento previsto é de 5%. "O ano de 2009 começou bastante difícil em virtude da crise, mas a partir do segundo trimestre já conseguimos estabilizar a produção", afirmou.

No mesmo sentido, a fabricante de rodas de alumínio Mangels investiu mais de R$ 20 milhões em sua unidade em Três Corações (MG), que aumentou sua capacidade de 2,5 milhões de rodas anuais para 3,5 milhões. "A continuidade dos investimentos previstos foi uma escolha acertada, pois possibilitou a aquisição de novas tecnologias, proporcionando um desempenho competitivo", afirmou Ivens Pantaleão, superintendente da Divisão Rodas da Mangels.

Tópicos:



Comentários