Faturamento tem queda de 10% em outubro

Máquinas e equipamentos retrocederam em relação a setembro. Setor de máquinas-ferramenta é um dos mais afetados

Foto: Divulgação

O faturamento da indústria de máquinas e equipamentos caiu 10% em outubro ante setembro, somando R$ 5,36 bilhões, informou nesta quinta-feira a associação nacional do setor. Na comparação com igual período do ano passado, o número registrou queda de 27%. Os dados da Associação Brasileira das Indústrias de Máquinas e Equipamentos (Abimaq) mostram que a retomada do setor após a crise continua instável. No acumulado do ano, o faturamento do setor apresenta redução de 21,2%, para R$ 51,72 bilhões. Descontada a inflação do período, a queda é de 23,6%.

Os setores com quedas mais acentuadas no faturamento, na comparação com setembro, foram os de máquinas e equipamentos para madeira (-59,1%), máquinas-ferramentas (-48,7%) e máquinas têxteis (-38%). Os que mais subiram foram os relacionados à indústria de infraestrutura e petróleo, com aumentos de 19,6% em bombas e motobombas, e de 0,2% para bens sob encomenda.

Exportações
No acumulado do ano até outubro, o déficit comercial do setor cresceu 13% na comparação com igual intervalo do ano passado, para US$ 9,2 bilhões. No total, as exportações de máquinas e equipamentos tiveram resultado de US$ 6,2 bilhões no ano, retração de 39,1% na comparação com igual período de 2008. As importações somaram US$ 15,4 bilhões no período, queda de 16% sobre igual período do ano passado.

Em outubro, as exportações somaram US$ 661 milhões - queda de 36,1% sobre outubro de 2008 e alta de 3,1% sobre setembro. As compras ficaram em US$ 1,6 bilhão, recuando 15,4% sobre igual mês do ano passado e alta de 2,4% ante setembro. A Abimaq divulgou ainda que, em outubro, o emprego no setor registrou alta de 0,1% ante setembro, fechando o mês com 233.082 pessoas contratadas. No acumulado de 12 meses, o indicador acumula queda de 6,8%.

Tópicos:
  



Comentários