Importações colombianas crescem 36%

Fonte: IBS - 26/04/07

As importações de ferro e aço da Colômbia chegaram a 321.361 toneladas de janeiro a fevereiro, um aumento de 35.7% sobre o mesmo período em 2006, apurou a Steel Business Briefing a partir de um relatório do governo do país. Em cifras, as importações aumentaram de US$140.8mi para US$219.4mi, em uma base CIF, na mesma comparação.

De acordo com as informações colombianas, as importações do Brasil cresceram de US$35.2mi para US$75.4mi. Hoje, o Brasil contribui com 34.3% das importações da Colômbia. A Venezuela ocupa o segundo lugar, com 23.4%.

Traders locais declararam que o Brasil possui preços mais competitivos para perfis, que representam uma fatia considerável das importações. “Os perfis brasileiros são mais baratos que os domésticos,” disse Luiz Eduardo Martinez, da companhia colombiana Metales Estructurales.

A forte presença da Gerdau na Colômbia, através do controle da Diaco e da Sidelpa, é citada como mais um fator responsável pela alta nas importações. Isso pode se intensificar com a compra da colombiana Paz del Rio pela brasileira Votorantim.

Os dados do governo também mostram que as importações da categoria “manufaturas de aço e ferro”, que inclui tubos de aço, subiram para 35.190t durante o período de janeiro a fevereiro, contras as 26.658t no mesmo período do ano passado.

Tópicos:
  



Comentários