Indústrias do Brasil perdem espaço nas exportações


A crise global provocou uma "commoditização" do ranking das 20 maiores empresas exportadoras do Brasil. Graças ao apetite da China por minério de ferro, a Vale passou a ocupar o primeiro lugar da lista, ultrapassando a Petrobras. As montadoras Ford e General Motors, além da Motorola, fabricante de celulares, e Caterpillar, fabricante de máquinas, cederam suas posições nas exportações do País para mineradoras, tradings de soja e petroquímicas.

Conforme o Ministério do Desenvolvimento, no primeiro semestre, das exportadoras de produtos industrializados, apenas Embraer, Volkswagen e Mercedes-Benz resistiam entre as 20 maiores do ranking. Mas mesmo essas gigantes amargaram queda nas vendas externas, de 25,8%, 22,7% e 37,3%, respectivamente, comparado com o período de janeiro a junho de 2008. No primeiro semestre do ano passado, sete fabricantes de manufaturados faziam parte do ranking.

Pelas estimativas do vice-presidente da Associação Brasileira de Comércio Exterior (AEB), José Augusto de Castro, o minério de ferro deve ser o único item que vai superar US$ 10 bilhões de receita de exportação este ano. A participação do produto na pauta de exportação brasileira subiu de 6,9% nos primeiros seis meses de 2008 para 9,4% de janeiro a junho. As compras chinesas garantiram a demanda por minério brasileiro e o atraso nas negociações sustentaram os preços em um patamar melhor no primeiro semestre.
Tópicos:
  



Comentários