Etanol pode ser pior que gasolina, diz estudo


Continua depois da publicidade


Fonte: Ambiente Brasil - 19/04/2007

Veículos movidos a etanol podem ter um impacto sobre a saúde humana pior do que os movidos a gasolina convencional, advertiram cientistas americanos.

Um modelo de computador, criado para simular a qualidade do ar em 2020, mostrou que, em algumas áreas, os níveis de ozônio aumentariam se todos os carros utilizassem etanol.

Mortes por problemas respiratórios e ataques de asma aumentariam com esses níveis, disseram os pesquisadores na publicação Environmental Science and Technology.

O resultados da pesquisa estão sendo divulgados poucas semanas depois de Brasil e EUA terem anunciado uma parceria para incrementar a produção de etanol, e de os países da União Européia terem concordado em usar biocombustíveis em 10% dos transportes, até 2020.

Cenários - Marc Jacobson, cientista da Universidade de Stanford, na Califórnia, usou um modelo de computador que levou em conta fatores como temperatura, luz do sol, nuvens e chuva, para simular a qualidade do ar em 2020, para dois cenários diferentes.

Em uma simulação, todos os veículos foram alimentados por gasolina e em outro, todos utilizaram E85 - uma mistura de 85% de etanol e 15% de gasolina.

Nas simulações com os carros movidos a E85, Jacobson constatou que, em algumas áreas dos Estados Unidos, ocorreria um aumento significativo de ozônio - um poluente com efeitos danosos no sistema respiratório humano - em comparação aos veículos movidos a gasolina.

No estudo, o aumento em "smog" (nevoeiro com fumaça) provocaria 200 mortes a mais por ano em todo o território americano, com 120 ocorrendo só em Los Angeles.

O aumento de ozônio em algumas áreas dos Estados Unidos seria compensado por uma diminuição em outras áreas, mas no geral haveria 770 casos de atendimento de emergência e 990 hospitalizações anuais por asma e outros problemas respiratórios, pelo que os resultados mostraram.

Embora o etanol reduza os níveis de dois cancerígenos na atmosfera, os níveis de outros aumentariam e, portanto, tipos de câncer teriam a mesma incidência se a poluição fosse causada por fumaça de veículos movidos a gasolina, de acordo com o estudo.

Danos - "Nós descobrimos que o uso de E85 vai causar pelo menos tantos danos à saúde quanto gasolina, que já causa cerca de 10 mil mortes anualmente, por causa de ozônio e partículas", disse Jacobson.

"A questão é se nós não estamos obtendo nenhum benefício à saúde, por que continuamos a promover o etanol e outros biocombustíveis?".

Ele acrescentou: "Em comparação, converter todos os veículos em elétricos, onde a eletricidade vem de energia eólica, eliminaria 10 mil mortes por poluição do ar por ano e 98% das emissões de gás carbônico de veículos."

Em princípio, biocombustíveis - etanol e biodiesel, feito de cultivos como milho, cana-de-açúcar e colza - são uma forma de reduzir gases responsáveis pelo efeito estufa, em comparação a transportes com combustíveis convencionais.

Embora os combustíveis produzam dióxido de carbono, as plantas utilizadas na sua produção absorvem uma quantidade comparável do gás da atmosfera.



Comentários