FAPESP e Fapeam lançam chamada

Foto: Getty Images
A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) lançaram chamada de propostas no âmbito do convênio entre as instituições.

A chamada especifica as condições para apresentação de projetos de pesquisa científica e tecnológica cooperativos a serem estabelecidos entre pesquisadores vinculados a instituições de ensino superior e de pesquisa, públicas ou privadas, nos Estados de São Paulo e Amazonas, envolvendo propostas para a realização de intercâmbio de pesquisadores e estudantes.

Serão considerados projetos de pesquisa em todas as áreas do conhecimento relacionados aos temas:

  1. Variações climáticas, com ênfase em abordagens complexas centradas em: modelagem climática; relação entre clima e biomas amazônicos; usos da terra e manejo integrado; interação biosfera – atmosfera; e serviços ambientais, priorizando as inter-relações estruturantes entre os biomas amazônicos e os ciclos do carbono, do nitrogênio e hidrológico e recursos hídricos;
  2. Territórios e povos, com ênfase na antropologia, arqueologia e etnociências; culturas amazônicas; geografias com a arquitetura, as estruturas mecânicas dos biomas amazônicos e o desenvolvimento regional; educação ambiental e preservação de paisagens;
  3. Novas tecnologias e processos produtivos; engenharia naval; engenharia de computação; engenharia ambiental; engenharia química; engenharia mecânica/mecatrônica; engenharia molecular; bioindústria com destaque para fármacos, cosméticos e alimentação; física e química ambiental; física e química de novos materiais.

As propostas serão recebidas até o dia 10 de setembro de 2009. As propostas selecionadas serão cofinanciadas pela FAPESP e pela Fapeam.

A chamada está aberta a propostas de duas modalidades:


Continua depois da publicidade


  • Modalidade I: compreende projetos de pesquisa completos, articulados e com objetivos comuns, nos quais as atividades de cada uma das partes, paulista e amazonense, serão financiadas pelas respectivas agências. As propostas deverão ser apresentadas à FAPESP como propostas de Auxílio a Pesquisa – Regular e à Fapeam, como propostas do Programa Integrado de Pesquisa e Inovação Tecnológica.
  • Modalidade II: compreende solicitações de recursos adicionais – a Auxílio a Pesquisa – Regular, Projeto Temático, Apoio a Jovens Pesquisadores em Centros Emergentes ou Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (Cepid), pela parte FAPESP; e, no caso da Fapeam, a Projetos Induzidos (em andamento) – para intercâmbio de pesquisadores com financiamento para cada uma das partes.

Para as propostas na Modalidade I, FAPESP e Fapeam reservam até R$ 2,5 milhões cada uma, para o apoio do custeio de projetos de pesquisa, incluindo-se despesas com mobilidade de pesquisadores e estudantes.

Para as propostas na Modalidade II, as fundações reservam até R$ 500 mil cada uma, exclusivamente para apoio ao custeio de despesas de mobilidade de pesquisadores e estudantes.

Mais informações sobre a chamada aqui.

Tópicos:
  



Comentários