O 'pior já passou' para a demanda por matérias-primas


O "pior já passou" no que se diz respeito à demanda por matérias-primas, afirmou o Goldman Sachs. Os analistas dizem que "estamos cada vez mais confiantes que o período de fraca demanda ficou para trás".

Segundo os especialistas, o ciclo de preços dos metais básicos já atingiu o seu menor patamar, principalmente os de cobre. Mas, como analisa a Rio Tinto, "China, Índia e outras economias emergentes serão a máquina para qualquer retorno do crescimento mundial e da demanda das commodities".

O grupo Rio Tinto deve apresentar uma recuperação em forma de V na China, de acordo com projeções da cúpula da empresa. O país aumentou as importações de cobre, alumínio e minério de ferro em abril, graças ao reabastecimento dos estoques, que representa um estímulo de cerca de US$ 586 bilhões.

Sugestão
O Goldman Sachs sugeriu que os investidores devem aumentar os investimentos em empresas do setor. Ademais, a agência reafirmou a indicação de " compra" para os ativos de BHP Billiton e Newcrest Mining.
Tópicos:
  



Comentários