EUA poderá ter moinhos de vento de 100 metros

Fonte: O Estado de São Paulo - 23/04/07

Uma nova tecnologia está permitindo que produtores de energia capturem ventos mais velozes, feito que, ambientalistas dizem, terá o potencial de fornecer 20% da eletricidade consumida pelo Estado de Ohio (EUA) dentro de 10 anos.

A novidade são moinhos de vento mais altos, que podem capturar rajadas mais rápidas que as que ocorrem junto ao solo. Os moinhos mais altos chegam a cerca de 80 metros, mas os defensores da energia eólica já falam em cerca de 100 metros.

Quatro moinhos de ventos no noroeste de Ohio fornecem parte da energia consumida em Bowling Green, o único município do Estado a usar eletricidade gerada pelo vento.

O grupo Environment Ohio, que promove o uso de fontes alternativas de energia, e o Departamento de Energia do governo federal americano apresentaram um novo Mapa do Vento que mostra as velocidades atingidas pelas rajadas em diferentes altitudes. Segundo o mapa, amplas áreas do norte e do oeste de Ohio têm ventos fortes o bastante para tornar a geração eólica lucrativa.

O consultor Daryl Stockburger, que supervisionou a construção do projeto de Bowling Green, está trabalhando com outras cidades e pretende criar moinhos mais altos. "Não sei se alguém já fez uma torre de 100 metros, mas a velocidade extra que teríamos justificaria o custo", disse ele.



Comentários