Empresas fecham negócios no primeiro dia da FEIMAFE

Cosa Intermáquinas vendeu dez máquinas no primeiro dia da feira

Foto: FEIMAFE

Empresas expositoras da 12ª FEIMAFE (Feira Internacional de Máquinas-Ferramenta e Sistemas Integrados de Manufatura) e da 10ª QUALIDADE (Feira Internacional do Controle da Qualidade) já estão realizando grandes negócios no evento.

O diretor da Cosa Intermáquinas, Marcos Antoniazzi, conta com entusiasmo que apenas no primeiro dia de feira, a empresa vendeu 10 máquinas totalizando um montante de R$ 3,8 milhões. Vale destacar que a estimativa de venda é de 30 máquinas durante toda a feira. “A feira é uma oportunidade única de ampliar nossos negócios, de trazer novos clientes e relacionamentos, especialmente em tempos de crise, explica Antoniazzi. Para a concretização das vendas foi utilizado o financiamento da Hyundai uma das marcas que a empresa trabalha, com taxas de 1,14% para 36 meses e 1,19% para 48 meses. Além dos sistemas de leasing e financiamento pelo Proger.

Expositor assíduo na FEIMAFE, a H.D.T. Indústria e Comércio de Máquinas e Equipamentos Industriais Ltda. também está otimista. “A nossa estimativa de negócios na feira é de R$ 1,5 milhões, mas já fechamos R$ 600 mil, apenas no primeiro dia. Isso justifica a nossa participação no evento, uma forma de mostrar que estamos competindo no mercado’, afirma diretor presidente da empresa, Hisao Horita.

Os dois empresários acreditam que há uma sinalização de aquecimento nas vendas do setor, a partir dos meses de abril e maio levando em consideração os possíveis negócios que poderão ser fechados pós-feira.

Financiamento próprio

Uma das facilidades oferecidas por alguns expositores na FEIMAFE / QUALIDADE 2009 é o financiamento próprio. Um dos exemplos é a Ergomat, fabricante com a mais completa linha de tornos automáticos do Brasil, que no primeiro dia das feiras já comercializou quatro máquinas, totalizando cerca de R$ 1 milhão. “É uma verdadeira satisfação começar as feiras vendendo”, diz o diretor de vendas da empresa, Alfredo Ferrari. A Ergomat possui diversos tipos de financiamentos, dentre eles, Finame, leasing, cartão BNDES, Proger e financiamento próprio.

A CIHMSA, importadora de máquinas, vendeu entre 12 e 15 máquinas, alcançando cerca de R$ 800 mil. “Algumas de nossas vendas foram realizadas com financiamento próprio, outras com financiamentos pré-aprovados pelos bancos ou financiamentos de bancos parceiros”, afirma o supervisor de Vendas da empresa, Vinicius Cordeiro.

Outras empresas expositoras que possuem financiamento próprio – Bucci, Grupo Bener, Trumpf, Grupo Megga, GF AgieCharmilles e Atlasmaq – estão certas que este será o diferencial para a realização de bons negócios na FEIMAFE e QUALIDADE 2009.

Leia no CIMM sobre as empresas Cosa Intermáquinas, H.D.T., Ergomat, CIHMSA, Trumpf e Atlasmaq.
Tópicos:
  



Comentários