Qualidade de vida é requisito para produção de máquinas

Assunto é tema de estande na FEIMAFE e diferencial para empresas como a Trumpf e a Walter


Qualidade de vida é o mote do estande-tema da exposição na FEIMAFE e QUALIDADE 2009. Para representar as empresas do setor e demonstrar o uso da tecnologia no campo da saúde, as empresas Baumer, Braile Biomédica, Gnatus e Opto estão expondo, logo na entrada do evento, exibindo produtos dos setores médico-hospitalar, oftalmológico e odontológico que foram fabricados por uma máquina-ferramenta, considerada o início de toda cadeia produtiva.

No entanto, a segurança e a saúde das pessoas também é levada em conta por outras empresas que estão participando da FEIMAFE.

A
Trumpf, por exemplo, está lançando na feira a dobradeira TruBend série 7000, que trabalha com vários tamanhos de chapas e alcança velocidade de dobra de 25mm/s. A empresa considera que a máquina seja a dobradeira mais rápida do mundo, mas o grande destaque do produto é ter sido projetado tendo em vista as necessidades do operador.


TruBend - foto: Trumpf

Walter Mello, gerente de vendas da Trumpf, ressalta que o desenho da máquina permite o ajuste completo para o profissional que a manipula tendo como objetivo evitar as lesões causadas pelo esforço repetitivo.

O resultado foi excelente e a máquina foi cetificada em Ergonomia pelo Instituto TÜV Áustria Services GMBH, da Áustria. "Foi um sucesso. O operador trabalha 8 horas sem se cansar e pode trabalhar anos sem apresentar lesões" explica Walter.

O conceito de ergonometria foi incorporado como um dos pré-requisitos para o maquinário produzido pela empresa, que já leva em conta a produção de máquinas ecológicas. "Trabalhamos, por exemplo,  com aspiração subdividida. O processo economiza energia, já que compartimentos menores são mais fáceis de aspirar e, com isso, o resultado do processo também é mais eficaz" complementa o gerente.

A empresa
Walter, que trabalha com tecnologias para superfícies, também oferece soluções que beneficiam a saúde dos profissionais envolvidos e o meio ambiente.

Bio-Circle - Foto: CIMM

Luciano Camillo, supervisor de vendas da empresa ressalta os benefícios da utilização do Bio-Circle Maxi e Compact. O equipamento é mini-estação de tratamento, alternativa para a lavagem de produtos sujos de graxa, por exemplo. "Os produtos convencionais que exercem essa função são solventes que oferecem riscos à saúde do operador e são inflamáveis, existindo o risco de incêndio", adverte Luciano.

O produto de limpeza utilizado é atóxico e auto-renovável, pois os microorganismos presentes na mistura digerem a graxa e outros resíduos. Na lavagem com água corrente existiria a contaminação da água que é descartada no esgoto comum.

Veja fotos da QUALIDADE 2009




(Fotos: CIMM)

Leia mais sobre a
Trumpf e a Walter.
Tópicos:



Comentários