DS SolidWorks ultrapassa um milhão de licenças

Foto: Divulgação

A Dassault Systèmes SolidWorks Corp. - DS SolidWorks - chega a milionésima licença do seu software de CAD 3D. No mundo, são 14 anos desde a primeira venda para um fabricante de braços robóticos até a licença que atingiu a expressiva marca, adquirida pela empresa OGIO, especializada em equipamentos esportivos. No Brasil, a companhia atua no mercado há 11 anos e atende a clientes como Petrobrás, Dedini e WEG. “Ficamos muito animados ao atingir essa marca. Agradecemos a cada empresa que confiou em nossos softwares para ajudar no sucesso de sua organização. Estamos trabalhando constantemente para tornar nossos produtos merecedores da lealdade dos clientes, dando suporte a suas idéias criativas. Este marco é realmente apenas o começo. O futuro guarda algumas possibilidades muito animadoras”, comentou Oscar Siqueira, Country Manager da SolidWorks no Brasil.

Jon Hirschtick fundou a empresa em 1993 para fornecer um software de CAD 3D baseado em Windows que oferecesse funcionalidades e recursos sofisticados em um formato econômico e fácil de usar. O braço robótico WAM™, projeto desenvolvido no primeiro software licenciado da SolidWorks, há 14 anos, está presente em todas as principais universidades e foi reconhecido pelo Livro Guinness de Recordes Mundiais como o robô mais avançado, enquanto o SolidWorks se tornou o software de CAD 3D mais usado no mundo todo.

A OGIO International, Inc., com sede no estado de Utah nos Estados Unidos, é cliente da SolidWorks há quatro anos e comprou a milionésima licença para o engenheiro de projetos de alumínio Sean Peterson, que está trabalhando na nova linha de acessórios para corrida de motocross. Antes de adotar o CAD 3D, a OGIO dependia de parcerias de fabricação para criar os modelos 3D necessários para produzir moldes por injeção para peças. Com os SolidWorks, seus projetistas não dependem da interpretação de terceirizados ao esboçar um projeto, e permite que eles experimentem livremente novas idéias sem as restrições impostas ao se trabalhar com um fornecedor externo. “A SolidWorks permite que nossos projetistas inovem com liberdade e rapidez. Queremos que eles usem a imaginação e tentem todos os tipos de soluções e idéias inovadoras que possam se transformar em produtos de sucesso. O SolidWorks é o software certo para isso. Ele é poderoso, mas fácil de usar. Com isso, nossos projetistas podem se concentrar na criatividade,em vez de ter de, constantemente, decifrar o software”, disse Michael Pratt, fundador da OGIO.

Para Pratt, o mercado atual é competitivo super acelerado. Para se destacar é preciso oferecer ferramentas para que os projetistas possam concretizar as idéias com mais qualidade e em menos tempo possível, “pois o importante é ter o melhor produto neste momento”, aponta.

“Criatividade, como a da OGIO, é sem dúvida a marca dos produtos concebidos por projetistas e engenheiros com o software SolidWorks – tudo, de instrumentos médicos a brinquedos para crianças, moinhos de vento, células solares e componentes do Mars Rover da NASA”, finaliza Siqueira.



Comentários