Empresa cria software para gestão de pequenos negócios

Foto: Divulgação

A importância da informática na gestão das empresas é inquestionável. Empreendimentos de todos os portes ganham agilidade, confiabilidade e, principalmente, redução de despesas operacionais com a adoção de softwares. Entretanto, muitas micro e pequenas empresas, quando planejam implantar sistemas informatizados, esbarram em um grande problema: os altos custos.

A Tiny Software, de Bento Gonçalves, município distante 109 quilômetros de Porto Alegre, inovou e criou uma opção de administração de empresas mais acessível para os pequenos negócios: o sistema de informática online 'Gestão nas Nuvens', que segue a tendência da web 2.0 e leva de forma inédita a administração de empreendimentos de pequeno porte para a internet.

O sócio-proprietário da Tiny Software, Rogério Tessari, diz que o novo sistema de software é como se fosse um “escritório nas nuvens”. “Essa comparação está ligada ao crescimento de serviços oferecidos pela web 2.0 nos ambientes interativos da internet onde é possível usar aplicativos, criar, armazenar, acessar e compartilhar dados e arquivos de qualquer computador”, explica.

Segundo Tessari, o software vem sendo desenvolvido há um ano. “Após ampliarmos a ferramenta, nós a colocamos em completo funcionamento com novas funcionalidades, como acesso às ferramentas de finanças, que permitem controlar facilmente o caixa, contas a receber e a pagar de forma integrada e saber para aonde vai o dinheiro, com visualização gráfica dos gastos”, relata.

O empreendedor ressalta, ainda, que o software contempla a área de vendas, onde disponibiliza propostas comerciais, pedidos de vendas, boletos bancários e notas fiscais, para serem enviados por e-mail ou impressos; e a área de Suprimentos, com pedidos de compras, controle de estoque e notas fiscais de entrada de mercadoria. Tessari lembra que existem, atualmente, mais de 2 mil usuários inscritos no novo sistema, e desses, 5% estão mudando para o sistema pago. “Eles têm interesse em continuar a usar o sistema mesmo na versão paga”, aponta.

O empresário lembra que a participação no projeto Setorial Software Regiões Serra e Vales do Taquari e do Rio Pardo, no Rio Grande do Sul, ajuda as empresas a terem acesso à tecnologia de gestão e uma integração com outras empresas participantes. “A interação com o grupo nos faz avançar conjuntamente, por meio da troca de experiências. As capacitações também são muito importantes para o desempenho e a qualificação das empresas. No nosso caso, já estamos trabalhando o nosso Plano de Negócios para os próximos cinco anos”, destaca.

“A Gestão nas Nuvens é uma realidade que vai beneficiar milhares de micro e pequenas empresas que têm pouco dinheiro para investir em softwares”, explica o gestor do Projeto Setorial de Software das Regiões Serra e Vales do Taquari e do Rio Pardo, Aldoir Bolzan de Morais. Segundo ele, o sistema apresenta muitas vantagens para os empreendedores, principalmente o baixo custo e a fácil manutenção aliados a alta tecnologia aplicada e a flexibilidade para o gestor que está em deslocamento fora da empresa. “Acreditamos que esse é um software ideal para uma pequena empresa e o diferencial é que a Tiny está ajudando a capacitar e desenvolver essas empresas, além de estar inovando”.

De acordo com Morais, a empresa está em constante busca por capacitação e qualificação. “Eles já participaram de cursos e capacitações junto ao Projeto Setorial de Software, como por exemplo, o Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade (PGQP), formação de consultores, gerenciamento de projetos, Plano de Negócios e estão sempre trabalhando a questão da inovação”, destaca.

História
A Tiny Software, criada em 2005, entrou no mercado com o objetivo de criar um software de gestão para pequenas empresas utilizando a experiência acumulada de seus sócios Antônio Nodari e Rogério Tessari com empresas de médio porte. O desafio era simplificar a tecnologia para torná-la acessível para as pequenas empresas.

Em 2006, com a maturidade da internet e o aumento da disponibilidade de acesso, o projeto ganhou fôlego e os sócios acreditaram que esse seria o meio ideal para tornar possível a informatização com custos adequados para os clientes. A partir de então, a empresa investiu nesse modelo, dando origem ao Bling, o software de gestão para as empresas da era da internet.

O Projeto Setorial de Software das Regiões Serra e Vales do Taquari e do Rio Pardo atende 75 empresas de desenvolvimento e prestação de serviços de software das cidades de Caxias do Sul, Bento Gonçalves, Lajeado, Venâncio Aires e Santa Cruz do Sul. O projeto tem como objetivo aumentar o faturamento e o número de clientes através da melhoria de gestão e da busca de novos mercados.



Comentários