EUA podem diminuir taxa sobre o etanol

Fonte: Portal do Meio Ambiente - 16/04/07

Os Estados Unidos poderão reduzir as tarifas de importação para o etanol até o fim do ano que vem, ampliando acesso aos mercados daquele país por produtores brasileiros, disse Angelo Bressan Filho, diretor de Álcool e Agroenergia do Ministério da Agricultura, em entrevista concedida em Nova York.

O governo brasileiro, a Petrobras e produtoras privadas de etanol estão fazendo lobby nos EUA em prol da redução do imposto de 54 centavos por galão e da tarifa de 2,5% que são cobrados sobre o etanol importado, disse Bressan Filho.

"Eu imagino que será possível reduzir essas barreiras antes do final de 2008", quando os parlamentares norte-americanos analisarão as tarifas, disse Bressan. As tarifas são o principal fator limitador para que o Brasil - o maior exportador mundial de etanol - consiga vender um volume maior do biocombustível para os EUA, segundo José Sérgio Gabrielli, presidente da Petrobras

O secretário da Energia dos EUA, Samuel Bodman, disse em 14 de fevereiro que não há motivo para a realização de um corte nas tarifas até que expirem, em 31 de dezembro de 2008.

As safras recorde de grãos e outros produtos agrícolas do Brasil mostram que o crescimento da produção de etanol não está prejudicando a produção de alimentos, como alegado pelo presidente cubano Fidel Castro e pelo presidente venezuelano Hugo Chávez, disse Bressan. O aumento do plantio de cana-de-açúcar utilizada na fabricação de etanol no Brasil está se dando principalmente em terras deterioradas de fazendas voltadas para a pecuária, e não em regiões de floresta tropical, disse ele.

Queda do Açúcar

O preço do açúcar recuou 19% nos últimos seis meses. A recomposição dos estoques da commodity nos principais países produtores motivou a queda dos preços em Nova York. O Brasil é o maior produtor mundial de cana-de-açúcar e o segundo maior produtor mundial de etanol. Os EUA, que são os maiores fabricantes mundiais de etanol, produzem o combustível a partir do milho, que constitui o principal produto agrícola do país.



Comentários