Alcoa e ORKLA ASA trocam ações de empresas nórdicas

Alcoa fica com 50% na Elkem Aluminum e a Orkla terá 45% da SAPA Extrusions

Imagem: Divulgação

A Alcoa anunciou ter firmado acordo com a ORKLA ASA para trocar suas respectivas participações em uma parceria de redução de alumínio na Noruega e em uma joint venture de extrusão na Suécia, visando a maior concentração nas áreas de conhecimento técnico e melhores práticas de cada uma das empresas.

A Alcoa receberá a participação de 50%, pertencente à Orkla, na Elkem Aluminum ANS, enquanto a Orkla receberá os 45% de ações pertencentes à Alcoa na SAPA, empresa especializada em perfis extrudados de alumínio. A transação deverá ser concluída no primeiro trimestre de 2009.

 A Elkem Aluminum, que passará a pertencer totalmente à Alcoa após essa transação, abrange unidades de redução de alumínio em Lista e Mosjoen, na Noruega, com produção total de 282 mil toneladas anuais. O acordo efetuado inclui também a participação da Elkem em uma fábrica de anodos recentemente aberta em Mosjoen, na qual a Alcoa já possui participação de cerca de 82%.

 A aquisição dessas novas fábricas amplia a capacidade global de produção de alumínio da Alcoa para mais de 4,7 milhões de toneladas/ano, tornando a empresa a maior produtora mundial de alumínio primário.

 “Esta iniciativa constitui um passo importante no processo estratégico de fortalecer os negócios de produção de alumínio e de anodos e retirar-se da produção de extrusões de liga mole”, afirmou Klaus Kleinfeld, presidente mundial da Alcoa. “Vamos assumir o controle de negócios em que reconhecidamente somos os lideres mundiais – duas plantas de redução de alumínio com contratos de fornecimento de energia de longa duração e uma produtora de anodos que desempenha papel fundamental para suportar nossas operações na Europa e Islândia. Este acordo faz muito sentido estratégico e financeiro tanto para a Alcoa quanto para a Orkla.”

 A fabricante de perfis SAPA, que será 100% de propriedade da Orkla após a conclusão desta transação, é uma destacada produtora independente de extrusões de alumínio, atuando em 15 países europeus, além de Estados Unidos e China. A joint venture SAPA foi criada em Julho de 2007, quando a Alcoa uniu sua produção de liga mole com a SAPA, que pertencia à Orkla.

 As duas empresas continuarão a partilhar a tecnologia do processo carbotérmico que a Alcoa está desenvolvendo em conjunto com a Elkem e que se encontra na fase de pesquisa e desenvolvimento. Esse processo constitui uma nova tecnologia que tem potencial para produzir alumínio a custo menor, graças a custos de conversão mais baixos, menor consumo de energia, menos emissões e a um custo de capital inferior ao do processo tradicional de redução. Essa tecnologia também poderá proporcionar custos substancialmente menores para a produção de outros metais.

Tópicos:
        



Comentários