Castrol Carecut S 100 é isento de boro e biodegradável

O produto pode ser aplicado em sistemas centralizados e em máquinas individuais CNC e convencionais

Fonte: Portal CIMM - 04/11/08
Foto: Castrol



Castrol Carecut S 100
é o novo fluido solúvel base éster da Linha de Soluções Ecológicas da Castrol. O gerente de produtos da Castrol, Flávio Deminicis, diz que o fluido reforça a busca da empresa por tecnologias de alta performance alinhadas às  legislações ambientais.

Além de biodegradável, Castrol Carecut S 100 é também isento de Boro. Segundo Deminicis, o uso do Boro já é restrito por diversas empresas no Brasil  e em outros países, pois, por ser acumulativo no processo, encarece o tratamento de efluentes e dificulta o atendimento aos padrões de descarte.

O produto pode ser aplicado tanto em sistemas centralizados quanto em máquinas individuais CNC e convencionais, para usinagem geral de ferro fundido, aços carbono e aços liga. Possui ótima resistência à formação de espuma em sistemas de alta pressão de fluido, mesmo quando é preparado com água branda (< 70 ppm).

Castrol Carecut S 100 já está aprovado e em uso em uma grande empresa  do segmento automotivo e resultou em  melhorias significativas no processo produtivo, reduzindo o consumo em torno de 60%.

Vantagens
  • Isento de Boro. Amigo do operador  e do meio ambiente.
  • Não possui Cloro e Nitrito, estando de acordo com as legislações trabalhistas.
  • Excelente proteção interoperacional da peça usinada. 
  • Boa resistência a formação de espuma.
  • FACILMENTE BIODEGRADÁVEL SEGUNDO MÉTODO 301 B (OECD, 1997)*
  • Excelente  bioestabilidade,  alta  resistência  ao  desenvolvimento  de  fungos  e  bactérias, reduzindo os custos de manutenção.
 * O teste de Biodegradabilidade Imediata 301 B (OECD, 1997) é um método de avaliação da capacidade do produto ser metabolizado, sendo oxidado por uma cultura mista de microrganismos oriundos do meio ambiente. Em outras palavras, este ensaio avalia a facilidade de um produto ser biodegradável no meio ambiente.


Saiba mais sobre a Castrol no portal CIMM.
Tópicos:



Comentários