Empresas do Brasil podem expor na Feira de Cantão

Fonte: Assessoria de Imprensa da FIESC - 15/10/08
Foto: FIESC

As empresas brasileiras poderão ter espaços subsidiados na Feira de Cantão, a maior da Ásia e terceira maior do mundo. A proposta foi o tema central da conversa entre diretores da FIESC e da Feira, na noite desta terça, em Guangzhou, no Sul da China, sede do evento.

A proposta de uma parceria da Cantão Fair com a FIESC - Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina ou com a CNI - Confederação Nacional da Indústria foi discutida durante o jantar de recepção à missão empresarial brasileira, oferecido pela China Trade Center, na noite desta terça-feira, dia 14, no Hotel New Mainland. Participaram do evento, além da diretora do Cantão Fair, Liu Li, representantes de outros órgãos chineses de promoção do comércio exterior, entre eles a própria China Trade Center, organismo credenciado pelo Ministério de Comércio da China para promover os negócios com o Brasil. Pela FIESC estiveram presentes os diretores Vicente Donini, Durval Marcatto Júnior e Henry Quaresma.

Liu Li manifestou muita gratidão ao lembrar que a FIESC promoveu a primeira missão empresarial brasileira à Feira de Cantão, em 2004. Depois foram mais quatro, incluindo a atual, que totaliza 91integrantes e se constitui na maior das cinco. Criada em 1952, a Feira reuniu, em sua mais recente edição, em abril passado, foram mais de 1 milhão m² e recebeu 200 mil visitantes.

Na véspera da abertura da Feira, os integrantes da missão da FIESC foram visitar o Porto de Nancha, a 70 quilômetros de Guangzhou. A organização e a limpeza do ambiente foram os aspectos que chamaram a atenção dos brasileiros.

Até 2003, os 1,8 milhão m² que abrigam terminal portuário eram areia e praia, na orla marítima chinesa voltada para Hong Kong. Em um ano e meio foi construída a primeira etapa do porto, com quatro berços. Depois foram construídos mais seis berços que permitiram ao porto alcançar 7 milhões toneladas em 2007. A capacidade de operação do porto é de 1,3 mil t por hora.

A programação da missão da FIESC iniciou-se às 10h30min com uma reunião de alinhamento. As visitas à Feira se iniciam nesta quarta-feira.



Comentários