China vai usar maior volume de minério doméstico

Fonte: Gazeta Mercantil - 29/09/08
Foto: Divulgação

As siderúrgicas chinesas usarão maiores volumes da oferta local de minério de ferro, depois que a Companhia Vale do Rio Doce (Vale) suspendeu alguns embarques no meio de uma disputa por preços, informou a Associação de Ferro e Aço da China. A Wuhan Iron & Steel Co. e outras siderúrgicas se reuniram ontem com mineradoras chinesas, para discutir a compra de mais minério de ferro, disse Chen Xianwen, chefe de pesquisa de mercado da associação. Segundo ele, na reunião  concluiu-se que é viável utilizar o minério nacional de ferro tipo fino.

Mais detalhes da reunião serão divulgados amanhã pelo China Metallurgical News, publicação da associação, disse o dirigente. A Vale está tentando elevar em cerca de 11% os preços para as usinas asiáticas, equiparando-os aos pagos pelas siderúrgicas européias. A Associação de Ferro e Aço da China informou anteriormente que as exigências da Vale são absurdas e as siderúrgicas estão rejeitando a pressão devido à desaceleração da demanda por parte de montadoras e construtoras.

Em entrevista à revista Época, o presidente da Vale, Roger Agnelli, disse que muitas usinas chinesas já aceitaram a proposta da companhia para o reajuste a ser aplicado ainda este ano.

De acordo com Chen, a Vale só está embarcando minério de ferro de tipo fino com teor de 62% para a China, tendo suspendido o envio de categorias mais elevadas, com teor de 64% e 65%. Questionada sobre a suspensão de parte dos embarques, a mineradora informou apenas que não comenta rumores de mercado. A companhia desmentiu um informe do diário Lloyds List, dirigido ao setor marítimo, segundo o qual a empresa está atrasando as suas exportações para a China.
Tópicos:



Comentários