Indústria em São Paulo cria 7 mil vagas no mês de agosto

Fonte: Max Press - 18/09/08
Foto: Divulgação
 
A indústria paulista de transformação criou 7 mil postos de trabalho em agosto, variação de 0,32% em relação a julho, segundo pesquisa divulgada nesta quarta-feira (17) pelo Centro e a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp e Fiesp). Em termos ajustados, houve aumento de 0,46%.

O setor de açúcar e álcool apresentou variação negativa (-0,13%) em agosto e foi responsável pelo fechamento de 2.846 vagas. Segundo Paulo Francini, diretor do Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos (Depecon), a redução do número de vagas em atividades ligadas ao segmento sucroalcooleiro foi diferente da ocorrida em outros anos, por dois motivos: pressão de preços, e o esvaziamento de postos na época do corte da cana por causa da progressiva mecanização.

Já os outros setores tiveram crescimento de 0,45% no mês, um resultado considerado expressivo pelo diretor do Depecon. No acumulado do ano, a indústria já gerou 156 mil vagas, e em 12 meses, foram criados 104 mil empregos.

Indicadores setoriais

Das 21 atividades industriais que compõem a amostra da pesquisa, 15 tiveram desempenho positivo, cinco apresentaram queda e uma registrou estabilidade nas contratações no mês passado.

O principal destaque positivo foi o segmento de Máquinas, Escritório e Equipamentos de Informática (4,14%). Na seqüência, Couros, Artefato de Couro, Artigos de Viagem e Calçados (3,96%) e Móveis e Indústrias Diversas (2,72%).

As variações negativas mais expressivas vieram dos setores de Coque, Refino de Petróleo, Combustíveis Nucleares e Álcool (-2,27%), Borrachas e Plásticos (-0,80%), Têxteis (-0,70%), Alimentos e Bebidas (-0,66%) e Madeira (-0,22%). 
Tópicos:



Comentários