Romi leva novas máquinas à Expomac

Fonte: Assessoria de Imprensa da Romi - 22/09/08
Foto: Romi

A Romi, empresa do mercado de máquinas-ferramenta e máquinas para processamento de plástico, mostra seus principais produtos na Expomac - 17ª Feira Sul Brasileira da Indústria Metal Mecânica, que acontece entre 24 e 27 de setembro na Expotrade, em Pinhais (PR).

Em seu estande de 200 metros quadrados, a Romi apresenta cinco máquinas: os tornos CNC Romi Centur 35D com kit Multiplic, Centur 30D e Centur 30G; o Centro de Usinagem Vertical Romi D 800  e o centro de torneamento Romi E 280A. O Centur 35D e o Romi D 800 foram lançados em maio pela empresa.

O desempenho desses equipamentos poderá ser conferido nas demonstrações de usinagem de peças características de diferentes tipos de indústrias, como autopeças, máquinas agrícolas, produção de conexões, ferramentarias e outras, que serão feitas no próprio estande.

A Romi lançou, este ano, 12 novas máquinas-ferramenta no mercado brasileiro. A empresa oferece financiamento para todas as suas máquinas, seja por intermédio de parcerias com instituições bancárias, seja por meio de linhas de crédito próprias.

Máquinas em destaque

Centros de Usinagem Vertical Romi D 800

Os novos centros de usinagem verticais Romi D 600 e Romi D 800, Romi D 1400, Romi D 1600 e Romi D 2000  ampliam a capacidade da linha dos centros de usinagem vertical Romi, composta, até aqui, pelas Discovery 400 até Discovery 1250. Esses novos equipamentos seguem a tradição da linha Discovery, considerada benchmarking nos centros de usinagem verticais, com mais de 4 mil máquinas instaladas no Brasil.

As novas máquinas da série Romi D aceitam peças de até 3 mil quilos e são apropriadas para todos os tipos de indústrias em razão da grande flexibilidade de trabalho para múltiplas aplicações.


O centro de usinagem vertical Romi D 800 faz parte de uma família de equipamentos capazes de usinar peças metálicas de até 3 mil kg. Foi projetado para operar em ambientes de alta produção, como, por exemplo, na usinagem de grandes componentes de máquinas, aeronaves, moldes, máquinas agrícolas e também em ferramentaria, por exemplo.

De concepção robusta, oferece rigidez e estabilidade para usinagem pesada. Compacto, ocupa o mínimo espaço. Coluna e mesa são apoiadas em uma base monobloco concebida para absorver vibrações. Conseqüentemente, são obtidas peças com maior precisão geométrica.

Saiba mais sobre a Romi no Portal CIMM.
Tópicos:



Comentários