Romi investe em Tecnologia da Informação para elevar produtividade

Fonte: Assessoria de Imprensa da Romi - 09/09/08

A Indústrias Romi S.A., do ramo de máquinas-ferramenta e máquinas para processamento de plástico, está investindo para ampliar a integração de seu sistema de gestão empresarial, com o objetivo de reduzir e otimizar processos produtivos e elevar sua produtividade. O diretor-presidente da Romi, Livaldo Aguiar dos Santos, explica que o aporte é estratégico para a empresa, que está implementando a metodologia Lean Six Sigma, uma poderosa ferramenta de gestão, com a finalidade de aprimorar o desempenho organizacional.

“Para potencializar essa nova metodologia, investimos em módulos complementares de Tecnologia de Informação (TI) para a melhoria contínua dos processos, por meio de um ERP (Enterprise Resource Planning), sistema de informações integradas de dados e processos de gestão empresarial, mais robusto”, diz Aguiar dos Santos.

Segundo ele, esse investimento contribuirá para gerar impactos positivos nos resultados da empresa, melhorando a capacidade de gestão e integrando as unidades de negócios no Brasil e no exterior. Ao acompanhar em tempo real as informações sobre o desempenho das diversas áreas, a empresa eleva a capacidade de tomar decisões com agilidade, o que é essencial para obter melhores resultados e satisfazer clientes e acionistas. “Ter acesso às informações de produção e gestão rapidamente tem sido um diferencial decisivo para diminuir custos, ampliar sinergias e potencializar ganhos, e vamos melhorar ainda mais esses processos.”

Para isso, a empresa contratou um pacote de soluções da Oracle para tornar mais robusto seu ERP. Os recursos de TI da Romi precisam atender suas várias necessidades: a elaboração do projeto de seus produtos (máquinas-ferramenta, máquinas para processamento de plástico e fundidos e usinados), a linha de produção, a gestão comercial e administrativa e as vendas no Brasil em mais de 40 países.

A compra das novas soluções para o sistema de gestão empresarial coloca a Romi como uma das empresas com sistema Oracle mais completas no mercado. “A Romi é considerada benchmarking em nível mundial pela grande complexidade de tarefas envolvidas em seu processo de produção e gestão. Por esse motivo, temos a satisfação de estarmos novamente oferecendo nossas soluções a fim de sustentar ainda mais o crescimento da Romi”, diz Silvio Genesini, presidente da Oracle do Brasil.

No total, a Romi adquiriu 119 módulos da Oracle, que darão suporte para a melhoria contínua de seus processos e de seu crescimento. O contrato prevê a atualização, para a versão mais recente, dos 35 módulos da Oracle já existentes na empresa e implementados desde 1997, alem da aquisição de licenças para outros 84 módulos. A instalação dos novos módulos e a atualização dos existentes serão realizadas gradualmente, com previsão de conclusão em 2011.

Saiba mais sobre a Romi no Portal CIMM.



Comentários