CSN fará reajuste de preços

O acréscimo deverá ser de até 9% dependendo do produto

Fonte: Associação brasileira de metalurgia

A CSN fará uma tentativa de reajuste em todos os seus preços nesse 2º trimestre do ano. O acréscimo deverá ser de até 9%, a depender do produto.

Otávio Lazcano, diretor financeiro do grupo, comentou que a CSN já havia reajustado os preços dos produtos zincados em 6% em janeiro, isso inclui os galvanizados, pré-pintados e bobinas de galvalume.

Atualmente, os preços do mercado doméstico para esses produtos atingem até US$ 1.230/t para os galvanizados, até US$ 1.550/t para pré-pintados e cerca de até US$ 1.450/t para o galvalume. "Esses preços não incluem os possíveis novos reajustes", explica. A CSN vem atualmente comercializando as HRC e CRC por, respectivamente, até US$ 730/t e até US$ 850/t.



Comentários