Comércio Siderúrgico cresce na América Latina

Fonte: Associação brasileiro de metalurgia - 05/04/07

O comércio siderúrgico entre o Brasil e seus 5 principais parceiros da AL cresceu no ano passado, em comparação com 2005. No entanto, neste ano as empresas brasileiras estão exportando menos e importando mais aço desses países, segundo dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

O México continua sendo o maior mercado de exportação para os produtos siderúrgicos brasileiros, com um total de 988.440 t compradas em 2006, 22.9% que 2005. Em 2º lugar, Argentina, com 663.632 t importadas do Brasil, contra 526.003 t no ano anterior. A Colômbia em seguida, adquirindo 622.061 t, quase o dobro das 346.585 t em 2005. Chile e Venezuela completam a lista, com 315.162 t e 178.642 t, respectivamente. A lista dos principais países exportadores ao Brasil é similar. O México foi o 1º, com 139.464 t vendidas em 2006, um grande aumento de 756% com relação às 15.707 t em 2005. A Argentina exportou 97.326 t contra 81.652 t.



Comentários