Tupy divulga resultados do primeiro semestre


Com uma receita líquida de R$866,4 milhões, 8% superior à do primeiro semestre de 2007, a Tupy comprova que foi capaz de superar os efeitos do dólar baixo e do alto custo de matérias-primas que lhe são essenciais, como o ferro-gusa, a sucata de aço e o coque, entre outras. Por outro lado, o lucro operacional (lucro antes do resultado financeiro), ao alcançar R$ 103,7 milhões, 30% superior ao de igual período do ano anterior, demonstra que a companhia está vivendo uma nova era nos negócios.

Contribuíram para o resultado o aumento das vendas de conexões, granalhas e perfis e de componentes automotivos para o mercado interno, além do crescimento, na carteira de vendas, de produtos usinados e semi-usinados e de componentes para motores de alta tecnologia. O esforço que a Tupy vem fazendo, para amortecer o impacto dos aumentos de preços de matérias-primas, materiais de processo e demais insumos sobre os seus custos de produção, foi igualmente importante.

Fatos marcantes ocorridos em 2007, como a conversão de debêntures em ações por parte dos acionistas da companhia e a incorporação da Tupy Fundições Ltda. pela Tupy S.A., entre outros, também repercutiram no resultado financeiro, levando a que o lucro líquido do semestre alcançasse R$58,6 milhões, contra R$14,3 milhões do primeiro semestre de 2007.
Tópicos:
  



Comentários