Estudo aponta depósito de gás e petróleo no Uruguai


O Uruguai pode ter encontrado um depósito de até 3 trilhões de pés cúbicos de gás e petróleo (o equivalente a 28,3 bilhões de metros cúbicos). A expectativa surgiu durante estudos das áreas de exploração que o país pretende submeter a leilão em julho do próximo ano, segundo informou estatal petrolífera uruguaia, Administración Nacional de Combustibles Alcohol e Portland (Ancap).

A potencial descoberta, localizada próximo à foz do Río de la Plata, ocorre após a realização de testes sismológicos realizados pela estatal Ancap, afirmou ontem, durante entrevista, Héctor de Santa Ana, diretor de exploração e produção da companhia.

Bom para o Brasil

Se confirmada descoberta, o gás natural do Uruguai poderá abastecer o Brasil dentro de período próximo a quatro anos, ou ainda atender a quase toda a demanda norte-americana por gás durante o inverno, período de maior consumo. Atualmente, o Brasil importa gás natural unicamente da Bolívia, que atende a cerca de 50% do consumo brasileiro.

Agilidade na exploração

O Uruguai quer abrir os campos de gás natural com rapidez, principalmente por conta da queda de produção de sua vizinha Argentina, que reduziu significativamente as exportações.

O local dos estudos uruguaios, a Bacia de Punta del Este, se assemelha às áreas petrolíferas descobertas pelo Brasil em águas profundas e é potencialmente grande o suficiente para permitir que o Uruguai abandone sua condição de país importador de petróleo, sujeito a episódios de escassez, transformando-o em exportador, disse Santa Ana.

"Os estudos ainda são preliminares e não se baseiam em dados de prospecção, mas são muito animadores e deverão ajudar a atrair interesse para o leilão de direitos de exploração a realizar-se no ano que vem", disse o executivo em entrevista por telefone concedida ontem a partir da sede da Ancap em Montevidéu.

"As evidências fornecidas pelos estudos sismológicos sugerem grandes volumes de gás e de petróleo associado", acrescentou o diretor de exploração.

De acordo com Santa Ana, a Repsol YPF SA, sediada em Madri, na Espanha, e "outras empresas de porte" já manifestaram interesse pelos dados coletados pela Ancap na Bacia de Punta del Este.

Parceria com Petrobras

Além disso, a Petrobras também assinou acordos de cooperação com a Ancap para estudar a produção de petróleo e de gás naquele país e ajudar a treinar os funcionários da Ancap, segundo informou o diretor de exploração da estatal petrolífera do Uruguai.
Tópicos:
  



Comentários