Romi pretende adquirir ativos de fabricante italiana


A Indústrias Romi S.A., empresa dos mercados brasileiros de máquinas-ferramenta e máquinas para processamento de plástico, fechou acordo para adquirir ativos da Sandretto Industrie S.r.l., uma importante fabricante italiana de injetoras de plástico. A aquisição ainda depende de aprovação final da assembléia de acionistas da Indústrias Romi. A Sandretto possui duas unidades fabris nas cidades italianas de Grugliasco e Pont Canavese, na região de Turim, além de quatro subsidiárias comerciais localizadas no Reino Unido, na Holanda, na Espanha e na França e vários centros de serviço, escritórios de venda e representações comerciais em diversos países.

“A operação faz parte da estratégia de internacionalização da Romi, de expandir suas bases de produção e de mercados, ganhar escala e reduzir custos para aumentar suas vendas em todo o mundo”, afirma o diretor-presidente da Romi, Livaldo Aguiar dos Santos. A empresa tem três objetivos estratégicos ao negociar a aquisição: ampliar a base de distribuição de suas máquinas, aproveitando a ampla rede comercial da Sandretto, desenvolver um centro tecnológico numa região com know how reconhecido no setor de máquinas, e ampliar sua política de desenvolvimento mundial de fornecedores.

A Sandretto está em processo especial de recuperação financeira desde 2006 e vem sendo administrada por representantes do governo italiano, tendo registrado uma receita líquida consolidada de aproximadamente 30 milhões de euros em 2007.

A Romi pagará € 5,5 milhões pelos ativos da Sandretto (instalações, máquinas e equipamentos, tecnologia, marcas e patentes, entre outros). Os estoques de matérias-primas, produtos em elaboração e acabados não estão incluídos no preço mencionado, mas deverão ser adquiridos pela Romi por valor a ser negociado com a Sandretto não superior ao de mercado. A Romi assumiu ainda o compromisso de contratar os atuais 295 empregados da Sandretto, detentores de relevante experiência profissional, bem como de aportar € 8 milhões às operações, dentro de dois anos a partir da data de aquisição. Com a transferência dos ativos, a Romi Italia dará continuidade às operações industriais, comerciais e de prestação de serviços da Sandretto.

A negociação final da aquisição será realizada pela Romi Italia, empresa em fase final de criação na cidade de Turim, que será subsidiária integral da Romi Europa GmbH,. A aquisição ainda depende de aprovação final da assembléia de acionistas da Indústrias Romi, companhia com ações listadas no Novo Mercado da Bovespa, a ser realizada em 4 de junho.

Fundada em 1946, a Sandretto já vendeu mais de 30 mil máquinas em todo o mundo. Sua linha de máquinas é composta de injetoras de plástico com capacidade de 75 a 5.500 toneladas de força de fechamento – parâmetro que determina o tamanho da peça plástica produzida.

Saiba mais sobre a Romi no portal CIMM.



Comentários