Mercado interno de máquinas agrícolas cresce 50%


O mercado interno de máquinas agrícolas continua aquecido, como mostram os resultados de vendas, produção e exportação, divulgados pela Anfavea - Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos. As vendas no primeiro quadrimestre de 2008 tiveram uma alta de 54,4%, comparado com igual período do ano passado, com o total de 15.645 mil unidades. Com 82 dias úteis de vendas, o período também apresentou elevação de 54,4% na média diária de vendas, passando de 122 unidades/dia, em igual período de 2007, para 188 unidades/dia. O mercado de carros cresceu 35% no período.

Se compararmos abril de 2007 com o mesmo período desse ano, o setor de máquinas agrícolas registrou um crescimento de 53,9%, quando foram vendidas 4.475 unidades, ante 2.908 do ano passado. Segundo o presidente da Anfavea, Jackson Schneider, "A confiança do agricultor no crescimento da safra, a estalibização econômica do país, e principalmente a renovação da frota, seja pelo envelhecimento e pelo embarque de novas tecnologias no maquinário, contribuíram para o aumento da demanda por veículos de alta capacidade".

A produção nos quatro primeiros meses de 2008 também acompanhou o ritmo aquecido das vendas. As linhas produziram 26,1 mil unidades, 49,8% a mais do que foi fabricado no mesmo período do ano passado. Em abril foram produzidas sete mil máquinas, número 35% maior que o mesmo período de 2007.

O vice-presidente da Anfavea, Gilberto Zago, acrescentou que o mercado de exportação também está em alta, devido à expansão das safras e das colheitas em outros países. O Brasil exportou 9,7 mil máquinas no período de janeiro a abril de 2008, superando em 37,3% as exportações de idêntico período do ano passado. Em valores as vendas para o exterior representam mais de US$ 4,5 bilhões.



Comentários