Pós-doutorado na França recebe projetos


A prefeitura de Paris, na França, lançou chamada para um programa de bolsas voltadas para pesquisadores estrangeiros sêniores e de pós-doutorado em laboratórios públicos de pesquisa parisienses.

O objetivo das bolsas é estabelecer novas colaborações ou desenvolver cooperações existentes entre os centros de pesquisa parisienses e estrangeiros. As inscrições devem ser enviadas por correio até o dia 18 de abril.

As bolsas são voltadas para pesquisadores de todas as áreas e serão distribuídas eqüitativamente entre as disciplinas de ciências humanas e sociais, humanidades, ciências da vida, ciências da terra, ciências físicas, engenharias e matemáticas.

Os candidatos devem ser titulares de um doutorado e ter vínculo com uma instituição de pesquisa em seu país, onde devem, necessariamente, residir e trabalhar. Não serão aceitas candidaturas de doutores que morem na França.

A chamada dá prioridade a pesquisadores que tenham defendido o doutorado há no máximo cinco anos, para permanência de três a 11 meses. Até um terço das bolsas, no entanto, será concedido a pesquisadores seniores para períodos de dois a seis meses.

As bolsas são de 2,5 mil euros para pós-doutorandos e de 3 mil euros mensais para pesquisadores sêniores. A prefeitura parisiense paga as passagens de ida e volta e o seguro-saúde obrigatório do candidato aprovado.

Haverá prioridade para temáticas que façam referência direta à cidade de Paris. Serão estimulados projetos com uma abordagem científica comparativa entre os problemas urbanos de Paris e de uma metrópole estrangeira.

O principal critério de seleção é a excelência científica do dossiê que inclui currículo do candidato, projeto de pesquisa e laboratório escolhido para a pesquisa. Ao fim do período, é obrigatória a apresentação de um relatório científico, em francês, sobre os trabalhos científicos realizados.

Mais informações no site.



Comentários