Usina termo-solar será a maior do mundo com 280 MW

Foto: Divulgação

O título de "maior usina de energia solar do mundo" não parece fadado a permanecer por muito tempo nas mesmas mãos.

Usina solar fotovoltaica

A usina de Serpa, em Portugal, está em vias de começar a operar em escala industrial. Mas a vizinha Moura logo a superará, com seus 62 MW de energia gerada a partir de módulos fotovoltaicos.

Agora, a empresa espanhola Abengoa Solar anunciou que começará a construir uma usina de energia solar capaz de gerar 280 megawatts de eletricidade. A usina de Solana será instalada próxima à cidade de Phoenix, no estado norte-americano do Arizona.

Usina termo-solar

Ao contrário das maiores usinas solares atuais, a usina de Solana não utilizará módulos fotovoltaicos, mas um sistema de espelhos parabólicos que acompanham o movimento do Sol.

O recorde mundial de eficiência de conversão energia solar-eletricidade pertence a uma usina que utiliza um método semelhante (veja Batido recorde mundial de eficiência na conversão energia solar-eletricidade).

Espelhos parabólicos

A luz do Sol captada pelos espelhos parabólicos é focalizada em um encanamento no interior do qual um fluido atinge uma temperatura de quase 400º C. Esse vapor é então utilizado para movimentar turbinas que acionam os geradores que produzirão a eletricidade.

A Abengoa já possui uma usina solar com a mesma tecnologia em operação na Espanha, país no qual a empresa está atualmente construindo outras três usinas termo-solares.

Solana


A usina de Solana irá utilizar uma tecnologia proprietária chamada CSP ("Concentrating Solar Power": concentração de potência solar). Os espelhos parabólicos de captação da energia solar se espalharão por uma área de quase 8.000 metros quadrados. A usina está prevista para entrar em operação em 2011.



Comentários