Veículo híbrido usa motor termodinâmico para aproveitar calor

Foto: Divulgação

Com o objetivo de aumentar o rendimento dos seus veículos híbridos, a Honda decidiu aproveitar até mesmo o calor gerado pelo motor. O sistema gera três vezes mais energia do que a fornecida pelos já famosos sistemas de freios regenerativos.

Motor de ciclo Rankine

A solução adotada é chamada de motor de ciclo Rankine. O motor Rankine é um sistema de ciclo termodinâmico que converte uma fonte de calor - neste caso o calor exaurido pelo motor - em trabalho. A empresa Cummins já utiliza um ciclo Rankine para aumentar a eficiência dos seus motores diesel.

Reaproveitando o calor do motor

A unidade de co-geração aumenta a eficiência total do veículo híbrido recapturando o calor dissipado pelo motor de combustão interna e transformando-o em eletricidade para recarregar as baterias, usadas para acionar os motores elétricos.

Melhor que turbina e Stirling

A empresa afirmou ter escolhido o ciclo Rankine como a melhor opção técnica, depois de ter avaliado a incorporação de uma turbina a gás e de um motor Stirling. Segundo os engenheiros, a faixa de temperatura em que um motor a combustão opera combina de forma mais eficiente com o motor Rankine.

Eficiência termal


A utilização do motor termodinâmico ainda está em fase de pesquisas e não há previsão de sua incorporação aos veículos de linha. Segundo a empresa, isso exigirá uma melhoria no seu rendimento. O motor Rankine testado apresentou uma eficiência termal de 13%, tendo atingido um pico de geração de 32 kW (43 hp).



Comentários