Cummins alcança liderança no mercado de caminhões


Com uma participação na faixa dos 34% no total de caminhões produzidos no país em 2007, a Cummins alcançou a posição de líder no segmento no mercado interno. Em grande parte, essa expressiva participação alcançada foi impulsionada pelo segmento dos semipesados, no qual a empresa atingiu uma participação de 55%, ou seja, de cada dois veículos vendidos, um tinha motor Cummins.

Também em relação às exportações, a marca ocupou a liderança: dos caminhões exportados pelo país no ano passado, 35% eram equipados com motor Cummins. Os principais mercados compradores de caminhões do Brasil foram: Argentina, Chile e Venezuela.

Mas não é apenas em relação a caminhões que o motor Cummins ocupa a primeira posição. No segmento de máquinas para construção, a marca, que já era líder, com 51% de share de mercado, atingiu, em 2007, o patamar de 53% de participação. Em colheitadeiras, a empresa manteve o mesmo nível de participação de mercado de 2006, com 34%.

No que diz respeito à produção, a Cummins também teve grande destaque, com expressiva taxa de expansão, na maioria dos segmentos bem acima do desempenho apresentado pelo mercado. É o caso, por exemplo, do segmento de motores para veículos pesados (Capacidade Máxima de Tração acima de 45 ton), no qual a Cummins cresceu 75% em relação a 2006, enquanto o mercado de forma geral teve uma expansão de 35%.

A situação se repetiu também no segmento de semipesados (de 15 a 45 ton), onde a Cummins cresceu 44%, enquanto o mercado teve ampliação de 41%. No de semileve, a Cummins cresceu 25% e o mercado apenas 17%.



Comentários