Poli/USP abre curso sobre Método dos Elementos Finitos


Grandes empresas, principalmente dos setores metalúrgico e automobilístico, estão conseguindo aumentar a produtividade e diminuir os defeitos em peças e ferramentas utilizando softwares de elementos finitos.

São sofisticados programas de computador, baseados em algorítimos de equações diferenciais, capazes de analisar a conformação mecânica de peças confeccionadas com ligas metálicas, elastômeros e plásticos.

Com esses softwares é possível testar, entre outras coisas, a relação entre tensão e deformação da peça em função da temperatura e velocidade de deformação, além do coeficiente de atrito e as condições de contorno dadas pela ferramenta que molda a peça. Se uma peça aparece trincada, por exemplo, o programa mostra o que originou a trinca. Os softwares de elementos finitos podem ser usados também para detectar defeitos e desgastes nas ferramentas usadas para moldar ligas metálicas, plásticos e elastômeros.

“Dessa forma, é possível detectar eventuais defeitos oriundos do processo de deformação da peça antes que ela entre em linha de produção, evitando o tradicional processo de tentativa e erro que geralmente ocorre nas fábricas”, diz o professor da Escola Politécnica da USP, Ronald Lesley Plaut, coordenador do curso Método dos Elementos Finitos Aplicado à Conformação Mecânica, que iniciará sua primeira turma no dia 25 de fevereiro.

O curso foi criado com o objetivo de explicar o funcionamento dos softwares de elementos finitos mais utilizados no mercado, entre eles o Abaqus, criado nos Estados Unidos, e o russo Q-Form.

“Decidimos oferecer esse treinamento para dar uma visão neutra sobre os programas, já que os cursos sobre o assunto disponíveis no mercado são dados pelos próprios fabricantes”.

Ronald Plaut salienta que o mercado é carente de profissionais que conheçam com profundidade esses softwares. “Quem fizer o curso, terá boas chances de ascensão profissional”.

O curso tem duração de 56 horas, divididas em 14 aulas, e será ministrado nas dependências da Escola Politécnica, em São Paulo. Inscrições abertas até 15 de fevereiro.

Mais informações no site ou (11) 2106-2400.
Tópicos:



Comentários