Fornecedores de ferramentas apostam em crescimento

Os fornecedores de ferramentas para a área de usinagem também estão otimistas com o bom desempenhado esperado para o setor automotivo em 2008. A seguir, os depoimentos de algumas das principais empresas do setor:

Sandvik Coromant

A demanda da cadeia da indústria automobilística impacta em aproximadamente 35% a 40% dos nossos negócios. Fornecemos, principalmente, ferramentas de corte em geral, para torneamento, fresamento e furação, bem como as ferramentas de fixação para máquinas novas e existentes e ferramentas especiais.

O crescimento da nossa produção não é proporcional ao crescimento da indústria automobilística. Porém, seja qual for o índice desse crescimento, nós estamos preparados para atendê-lo. Investimos muito e sempre, e o fizemos com maior ênfase nos últimos três anos. Hoje estamos preparados para atender o crescimento da demanda, tanto do mercado interno como o externo.

Cláudio Camacho - Diretor Sandvik Coromant do Brasil.
Saiba mais sobre:
Sandvik Coromant.

Mitsubishi

Incluindo as autopeças direta ou indiretamente, a indústria automotiva abrange cerca de 80% de nossa clientela, para as quais fornecemos principalmente ferramentas de corte para usinagem. Temos a expectativa de manter a taxa de crescimento na ordem de 30%. Após 2008, mantendo o cenário otimista, planejamos continuar com taxas nesta ordem de grandeza.

Continuaremos investindo no aumento da capacidade de produção das ferramentas especiais made in Brazil, na ampliação de nossa força de vendas e em nossa estrutura interna com destaque para melhorias em Tecnologia da Informação.

Valdir Reis - Gerente comercial da Mitsubishi.

Saiba mais sobre:
Mitsubishi.



OSG

A indústria automotiva representa 60% da nossa produção. Os principais produtos que fornecemos são machos, fresas, brocas, cossinetes, alargadores e escareadores. Com o boom automotivo deste período, a produção para esse setor poderá representar para a empresa, em 2008 e daí para frente, em um crescimento de 12%. Pretendemos investir especificamente nos gargalos da produção.

Rodrigo Katsuda - do Departamento de Marketing Corporativo da OSG.

Saiba mais sobre:
OSG Tungaloy.

Yaskawa

O setor automotivo era mais amplamente atendido pela Motoman, que era uma divisão de robótica da Yaskawa. Com a separação das empresas, ocorrido no ano passado, a participação da Yaskawa no segmento ficou bastante reduzida, situando-se ao redor de 1% do faturamento.

Os nossos principais produtos são servo-acionamentos e inversores de freqüência. De qualquer forma, pretendemos continuar a fornecer para o setor automotivo, por pouco que seja, dado o prestígio que este segmento empresta a quem é seu fornecedor.

José Luiz Rubinato - Diretor geral da Yaskawa Elétrico do Brasil.



Comentários