Etanol criou 500 mil empregos no Brasil, diz Pnuma

Foto: Divulgação

Etanol criou 500 mil empregos no Brasil, diz Pnuma Agência da ONU afirma que combate à mudança climática também gera postos de trabalho.

O Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente, Pnuma, anunciou que políticas de combate ao aquecimento global estão ajudando a gerar novos postos de trabalho.

A afirmação é do diretor-executivo do Pnuma, Achim Steiner, que participa da Conferência sobre Mudança Climática da ONU, em Bali, na Indonésia.

Segundo Steiner, um relatório do Pnuma sobre o tema revela que o programa de etanol, no Brasil, criou 500 mil novos empregos.

Empregos Verdes

E nos Estados Unidos, os chamados empregos verdes na indústria do meio ambiente geraram mais de 5 milhões de postos somente em 2005.

De acordo com o Pnuma, o número é 10 vezes maior que o da indústria farmacêutica.

O líder mundial em produção de energia solar continua sendo a China com uma receita de mais de US$ 2,5 bilhões, o equivalente a quase R$ 5 bilhões, em 2005.

A agência da ONU lembrou que as conversações sobre mudanças climáticas apontam freqüentemente os custos, deixando de lado as oportunidades que o setor oferece.

A Conferência de Bali sobre o tema reúne representantes de mais de 180 países.

O objetivo é debater as bases de um acordo que deve substituir o Protocolo de Kyoto, que expira em 2012.

Para ouvir esta notícia clique em http://www.un.org/av/radio/portuguese/realfile/4667.asp

(http://radio.un.org/por/detail/4667.html)



Comentários