Conversor transforma veículos à gasolina em tricombustível

Vêm do interior de Minas Gerais, do pólo de eletroeletrônica de Santa Rita do Sapucaí, algumas das principais novidades da Bienal do Automóvel, que ocorreu entre os dias 6 e 9 de dezembro, em Belo Horizonte. O estande do Sindicato das Indústrias de Aparelhos Elétricos, Eletrônicos e Similares do Vale da Eletrônica (Sindivel), apoiado pelo Sebrae em Minas Gerais, mostra aos visitantes soluções criativas de nove pequenas empresas da região.

Quem passou pelo estande se admirou com o veículo movido a gasolina que tem instalado um conversor para funcionar também com álcool e gás natural. A novidade, inteiramente desenvolvida em Santa Rita do Sapucaí, promete reduzir em até 30% os gastos do motorista com combustíveis. “O produto não danifica a mecânica nem compromete o desempenho”, explica Tarcízio Pedroso, consultor da Exsto, responsável pelo conversor.

O aparelho, que levou dois anos para ficar pronto, ainda não está disponível no mercado. O lançamento está marcado para janeiro. “Durante a Bienal queremos despertar o interesse das oficinas e revendas de autopeças para colocar o produto à disposição do consumidor final”, conta Pedroso.

A Ativa Soluções, outra empresa criada em Santa Rita, leva ao evento soluções para plugar os motoristas à internet com vários objetivos. Além da conexão via telefone celular para operar computadores portáteis, produtos de gerenciamento de frota à distância, transmissão de dados e envio de comandos remotos podem facilitar a vida de empresas e pessoas físicas. “Desenvolvemos projetos sob medida para empresas e acreditamos que o setor automotivo ainda tem muitas oportunidades a serem exploradas”, afirma o proprietário da Ativa, Edson Ribeiro.

A Bienal do Automóvel apresentou as principais novidades do mercado automobilístico no Expominas, em Belo Horizonte. Segundo a organização mais de 100 mil pessoas visitaram o evento durante os quatro dias e o volume de negócios gerados ficou na ordem de R$ 60 milhões.



Comentários