Mitsubishi lança as brocas MNS para usinagem de alumínio

É a primeira broca no mundo com quatro furos de refrigeração

Foto: Divulgação

A broca WSTAR para usinagem de alumínio com alta eficiência é a primeira broca no mundo com quatro furos de refrigeração, especialmente projetada para alto desempenho na furação de alumínio.

Por meio de simulações computadorizadas, foram determinadas as posições mais efetivas dos furos de refrigeração. Os furos centrais proporcionam lubrificação abundante para o centro da broca, reduzindo a ocorrência de soldagem.

 Além disso, o canal e a geometria da aresta de corte foram projetados para usinagem de alta eficiência, com base na broca WSTAR com uma geometria aguda. Isto resulta na redução de 5~15% da força de empuxo, levando à diminuição do tempo de furação do alumínio. Também é possível usar a broca na usinagem MQL (1).


Características da broca WSTAR para usinagem de alumínio com alta eficiência

1. 
A primeira broca inteiriça de metal duro no mundo com 4 furos de refrigeração é indicada para a usinagem de alta eficiência de alumínio, operação na qual tende a ocorrer soldagem.
2.  Ao desenvolver uma geometria especial para furação de alta eficiência de alumínio, baseada na aresta de corte ondulada da broca WSTAR com um excelente equilíbrio entre agudez e resistência da aresta, a expulsão de cavacos foi aperfeiçoada, oferecendo excelente desempenho na usinagem do maleável alumínio.
 
Explicação de termos

(1)Usinagem MQL (Minimum Quantity Lubrication – Mínima Quantidade de Lubrificante): Usinagem com uma quantidade mínima de fluido refrigerante. Uma pequena quantidade de refrigerante misturado com ar (névoa de fluido refrigerante) é pulverizada através da broca durante a usinagem. Dependendo da quantidade de refrigerante pulverizado, a usinagem MQL também é chamada de usinagem semi-seca (aproximadamente 10cc/h) ou usinagem de névoa (aproximadamente 10cc/min).

Informações adicionais


Nome do Produto: Broca MNS para usinagem de alumínio com alta eficiência, 404 itens.

Saiba mais sobre a Mitsubishi.
Tópicos:
  



Comentários