BNDES reduz financiamento à exportação em 2007

Fonte: G1 - 24/11/07

Os financiamentos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) no âmbito do Exim (linha para comércio exterior) deverão somar ao redor de US$ 4,5 bilhões este ano, ante os US$ 6,3 bilhões liberados no ano passado.

A estimativa é do superintendente da Área de Indústria e Comércio Exterior do BNDES, Luiz Antonio Dantas, feita durante o segundo dia do 27º Encontro Nacional de Comércio Exterior (Enaex), no Rio.

Ele explicou que há grande liquidez atualmente no mercado para financiamentos à exportação, de modo que a linha do banco não é a única a poder financiar a atividade.

Além disso, o banco passou o ano estruturando operações de maior porte, principalmente para exportação de bens e serviços de infra-estrutura, que vão representar desembolsos a partir do ano que vem. São projetos principalmente de energia elétrica, gás e transporte, basicamente em países da América do Sul. A expectativa é de que as liberações do ano que vem superarão as deste ano.

Revitaliza

As linhas do BNDES dentro do programa governamental Revitaliza, que tem o objetivo de estimular setores industriais afetados com a valorização cambial, deverão ser anunciadas nos próximos dias. Serão linhas voltadas à produção e exportação de setores como os de calçados e artefatos de couro, têxtil, confecções e móveis.

O programa, na prática, havia sido anunciado em 12 de junho, em Brasília, mas estas linhas até então não tinham saído do papel. As portarias que regulamentam o assunto e as normas do banco deverão estar pronta nos próximos dias.

O programa também contará com linhas do Banco do Brasil. Os principais focos serão as pequenas e médias empresas.



Comentários