Comércio entre China e América Latina cresce 44%

Fonte: Câmara de Comércio e Indústria Brasil-China - 23/11/07

O comércio entre a China e a América Latina chegou a US$ 63,97 bilhões nos primeiros nove meses de 2007, significando um aumento de 43,5% em comparação com o mesmo período do ano passado, disse Fu Ziying, ministro adjunto do Ministério do Comércio da China.

Fu fez o anúncio na cerimônia inaugural da Exposição de Mercadorias de Países Latino-americanos e Europeus Centrais e Orientais, inaugurada quinta-feira na capital chinesa, e que concluirá no sábado.

O comércio entre a China e a Europa Oriental e Central foi de US$ 19,47 bilhões entre janeiro e setembro, um aumento anual de 21%, acrescentou Fu.

A exibição, organizada pelo Ministério do Comércio da China, atraiu mais de 150 empresas de 16 países, incluindo México, Perú, Chile, Colômbia, Argentina, Brasil, Equador, Uruguai, Hungria, Polônia, Croácia, Bulgária, Sérvia, Romênia e Macedônia.

"A China ofereceu mais de 180 estandes de exibição gratuitos aos expositores estrangeiros, que demostra seus esforços para promover a cooperação comercial e econômica com a América Latina e com os países da Europa Central e Oriental", disse Feng Hongzhang, chefe do Departamento de Desenvolvimento do Comércio, subordinado ao Ministério do Comércio. E completa,  "a China deseja que esse tipo de exibições possa ajudar as empresas destas regiões a explorar mais o enorme mercado chinês".

Em 2006, o comércio da China com a América Latina atingiu US$ 70,22 bilhões, e o que realizou com os países da Europa Central e Oriental situou-se em US$ 22,66 bilhões, de acordo com estatísticas chinesas.



Comentários